milan milan milan milan-brasil milan milan milan

Voltar para a Página Principal

Veja também as Notícias de Futebol de 2017, 2016, 2015, 2014, 2013, 2012, 2011, 2010, 2009, 2008, 2007, 2006, 2005 e 2004.

NOTÍCIAS DE FUTEBOL DE 2007


Kaká e LulaBrasília, 28 Dezembro 2007. Kaká presenteia Lula durante visita na Granja do Torto.

O meia-atacante do Milan e da seleção brasileira, Kaká, se encontrou na tarde desta Sexta-feira com o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva na Granja do Torto, residência oficial da presidência.
Durante o encontro, Kaká presenteou Lula e a primeira-dama Marisa Letícia com camisas autografadas do Milan (a tradicional rubro-negra e a branca, reserva), além de outra camisa com os dizeres I belong to Jesus (Eu pertenço a Jesus) - uma réplica da que foi usada pelo brasileiro por baixo do uniforme do Milan na final do Mundial de Clubes (4 a 2 sobre o Boca Juniors).
O jogador estava acompanhado de sua esposa, Caroline, e de alguns familiares. Kaká está passando as festas de final de ano em Brasília, cidade onde nasceu.
Antes do encontro com Lula, Kaká recebeu várias condecorações do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda. “Estou feliz com esta homenagem da cidade em que eu nasci”, afirmou Kaká. “Nós temos muito orgulho de ter um talento como esse na nossa cidade: um exemplo dentro e fora do campo que merece qualquer título”, respondeu o governador de Brasília.


Kaká e DigãoMilão, 20 Dezembro 2007. Na estréia, o irmão de Kaká complica o Milan.

Não foi das melhores a estréia oficial de Digão, irmão de Kaká, no time do Milan. O zagueiro falhou nos dois lances dos gols do Catania, que bateu os reservas do campeão mundial pelo placar de 2 a 1, nesta Quinta-feira, no Estádio San Siro, em jogo de ida das oitavas-de-final da Copa da Itália. Com o resultado, o Milan precisa vencer o jogo de volta, fora de casa, em 16 de Janeiro de 2008, por pelo menos dois gols de diferença para avançar às quartas-de-final do torneio.
O time da casa, cheio de reservas, começou bem a partida, pressionou o rival e criou chances de gols. Mas o panorama começou a mudar aos 19 minutos, quando Digão - apesar do seu 1 metro e 90 centímetros de altura - não conseguiu cortar um lançamento para a área. A bola sobrou limpa para Spinesi abrir o placar.
Quatro minutos depois, Digão vacilou novamente, quando afastou mal um cruzamento da direita. Mascara pegou o rebote e acertou o canto do goleiro Kalac.
Na ESPN foi feito o seguinte comentário maldoso: Digão parece mais irmão do Roque Junior que do Kaká.


FIFA World Player 2007Zurique, Suíça, 17 dezembro 2007. Kaká é eleito o “Melhor do Mundo” da FIFA.

Um dia depois de brilhar na decisão do Mundial de Clubes, no Japão, Kaká recebeu o prêmio de Melhor Jogador do Mundo, entregue pela Fifa. O meia do Milan somou 1047 pontos, contra 504 do argentino Lionel Messi, segundo colocado, e 426 do português Cristiano Ronaldo, terceiro.
Kaká é o quinto brasileiro a receber este prêmio. Ele se junta a Romário (1994), Rivaldo (1999), Ronaldo (1996, 1997 e 2002) e Ronaldinho Gaúcho (2004 e 2005).
Instituído pela FIFA em 1991, o prêmio de “Melhor do Mundo” já corou também a França (três vezes com Zidane), Itália (duas vezes, com Baggio e Cannavaro), Alemanha (Matthaeus), Holanda (Van Basten), Libéria (George Weah) e Portugal (Figo).
“Conquistei em 2007 muito mais do que eu imaginava. Sonhava com a Champions League, mas não pensava ir tão longe. Tudo aconteceu muito rápido e estou muito feliz. O ano vai ficar marcado profissionalmente e pessoalmente, já que fiquei sabendo que terei um filho em 2008”, afirmou Kaká ao receber o troféu das mãos de Pelé.
Clique aqui para ver todos os ganhadores do prêmio “Melhor do Mundo” da FIFA.


Bola com chip14 Dezembro 2007. A bola inteligente é aprovada no Japão.

A FIFA espera diminuir bastante o número de casos polêmicos nos jogos de futebol a partir da Copa da África do Sul em 2010. Uma bola com chip foi testada pelos jogadores das sete equipes que disputam o Mundial de Clubes, no Japão, e a aprovação foi total. “Nenhuma bola das testadas apresentou problema. Estamos bastante satisfeitos com o resultado dos testes”, disse Gunter Pfau, diretor da Adidas, empresa que projetou a bola.
Com a nova tecnologia, vão acabar as velhas discussões nas mesas dos bares de domingo à noite: a bola entrou ou não no gol? A resposta será dada em campo no ato da jogada. O chip vai acionar um sensor no relógio do árbitro, quando a bola ultrapassar a linha do gol.
Esta não é a primeira vez que a FIFA anuncia a utilização da “bola inteligente”. Em 2005, a entidade que domina o futebol já aprovara o novo recurso no Mundial sub-17, disputado no Peru.


Kaká e a Bola de Ouro2 Dezembro 2007. Kaká ganha a Bola de Ouro.

A revista francesa “France Football” escolheu, neste Domingo, o brasileiro Kaká como o melhor jogador do mundo em 2007 e lhe entregou o prêmio “Bola de Ouro”.
O jogador do Milan ganhou o troféu com 444 pontos. O português Cristiano Ronaldo, do Manchester United, foi o segundo com 277 pontos e o argentino Lionel Messi, do Barcelona, ficou em terceiro com 255 pontos. Pirlo chegou em quinto lugar.
A conquista da Champions League e a artilharia nesta competição pesaram para a escolha de Kaká.
Kaká ganhou assim a oitava Bola de Ouro na história do Milan. Rivera tinha ganho em 1969, Gullit em 1987, Van Basten em 1988, 1989 e 1992, Weah em 1995 e Shevchenko em 2004.
Trata-se também da quinta Bola de Ouro para jogadores brasileiros. Ronaldo tinha ganho em 1997 e 2002, Rivaldo em 1999 e Ronaldinho Gaúcho em 2005.
Clique aqui para ver todos os ganhadores da Bola de Ouro.


Kaká será pastor28 Novembro 2007. Kaká será pastor após encerrar a carreira.

Nem técnico, nem dirigente ou comentarista. O apoiador do Milan Kaká afirmou que deseja se tornar pastor evangélico depois de encerrar a carreira como jogador de futebol. A revelação foi feita pelo craque brasileiro à revista americana "GQ".
“Gostaria muito. É um caminho de muito empenho: é preciso estudar teologia, fazer um curso e se aprofundar nas doutrinas da Bíblia. Um pastor evangélico lê a Bíblia e transmite suas doutrinas” disse o jogador.
Aos 25 anos e talvez vivendo a melhor fase da carreira, Kaká se mostrou humilde e disse que ainda tem muito a melhorar. “Sei que estou entre os melhores, mas não alcancei o máximo. Saber jogar futebol é um dom, nascemos com ele. Nós, jogadores, não somos especiais, acontece com qualquer profissão. Mas é preciso se dedicar”.
O jogador é favorito para ganhar a “Bola de Ouro", tradicional prêmio concedido anualmente pela revista "France Football" ao melhor jogador do mundo. Kaká se tornou favorito a ganhar este prêmio depois de ser o principal responsável pelo título do Milan na Champions League na temporada passada. Ele foi o artilheiro da competição com dez gols.


Tam26 Novembro 2007. A “TAM Viagens” venderá pacotes para assistir aos jogos do Milan.

A “TAM Viagens”, unidade de turismo da TAM, fechou parceria com o Milan para vender pacotes turísticos para jogos do time italiano no Campeonato Italiano e na Champions League.
De acordo com a empresa, no primeiro semestre de 2008, ela oferecerá pacotes para assistir aos três jogos seguintes: Milan x Genoa em 27 de Janeiro, Milan x Sampdoria em 19 de Março e Milan x Reggina em 20 de Abril.
Os pacotes incluem a passagem aérea ida e volta, seis noites de hospedagem com café da manhã, traslado aeroporto/hotel/aeroporto, tour no estádio antes da partida, ingresso para o jogo no 1° anel, uma camisa autografada por um jogador do time, um folder do Milan com um brinde e uma bolsa de viagem.
O pagamento poderá ser feito em até seis vezes sem juros e sem entrada, no cheque ou cartão de crédito. O preço por pessoa é de aproximadamente 6 mil reais. Mais informações no site www.tamviagens.com.br.


entrevista com Kaká13 Novembro 2007. Para Kaká, violência pode afastar astros da Itália.

Os principais jogadores do mundo vão evitar o futebol italiano se a violência dos torcedores e outros escândalos continuarem manchando a imagem do esporte no país. É o que afirmou o apoiador Kaká em entrevista ao jornal “La Gazzetta dello Sport”, nesta Terça-feira.
Kaká ficou chocado com as cenas de vandalismo que levaram ao cancelamento do jogo de sua equipe contra a Atalanta, em Bergamo, no Domingo, após apenas sete minutos de partida.
Os torcedores da Atalanta tentaram invadir o gramado quebrando uma proteção de vidro após um torcedor da Lazio ter sido morto pela polícia durante uma briga com torcedores da Juventus.
“Todas estas cenas de violência podem distanciar os principais jogadores da nossa Série A. Os jogadores de nível internacional querem jogar em grandes times, mas eles também querem diversão e entusiasmo”, afirmou Kaká.
“Primeiro o escândalo da arbitragem, depois a morte do policial em Catania. Agora esta nova tragédia. Um torcedor morreu enquanto estava indo para um jogo. A Itália está perdendo credibilidade. A lista está ficando longa demais” alertou o meia.
Kaká afirmou que os jogadores do Milan ficaram apavorados quando deixaram o campo no último Domingo após a tentativa de invasão de gramado da torcida.


incidentes11 Novembro 2007. Morte e violência no futebol italiano.

A morte de um torcedor da Lazio provocou mais uma vez cenas de violência no futebol italiano. O jogo Atalanta X Milan foi suspenso aos 7 minutos do primeiro tempo depois que alguns torcedores encapuzados tentaram invadir o campo. Outros dois jogos, Roma X Cagliari e Inter X Lazio, nem iniciaram por decisão dos chefes de polícia de Roma e Milão, respectivamente.
Toda a confusão teve origem em um posto de gasolina de uma rodovia perto de Arezzo, na região da Toscana. Segundo a polícia, agentes estavam tentando por fim a uma briga entre torcedores de duas facções rivais quando um tiro, disparado acidentalmente, atingiu Gabriele Sandri, de 26 anos, torcedor da Lazio, que estava em um carro que se dirigia a Milão, onde jogariam a Inter e a Lazio. O chefe da polícia de Arezzo considerou o incidente um “erro trágico”.
A notícia repercutiu com rapidez por outros estádios. Em Bergamo, torcedores, encapuzados para não serem identificados, atiraram foguetes sinalizadores no campo e tentaram destruir a proteção de vidro que separa as arquibancadas do gramado, exigindo a suspensão do jogo. Jogadores da Atalanta tentaram acalmar os torcedores, mas não conseguiram e o jogo teve que ser suspenso definitivamente pelos responsáveis da segurança.
A confusão continuou à noite, com centenas de torcedores invadindo e depredando, em Roma, a sede do Comitê Nacional Olímpico Italiano (CONI). Em Milão, outros milhares de torcedores iniciaram uma manifestação que teve agressões a jornalistas e a câmeras de TV.


Liedholm6 Novembro 1970. Faleceu Nils Liedholm.

O ex-jogador do Milan e da seleção sueca, Nils Liedholm, morreu ontem, Segunda-feira, aos 85 anos, em Cuccaro, província de Alessandria, no norte da Itália, onde vivia.
Liedholm jogava na seleção sueca que foi campeã olímpica em 1948, em Londres. Dez anos mais tarde, em 1958, ele era o capitão da seleção que foi vice-campeã mundial, contra o Brasil de Pelé.
Ele conquistou quatro títulos italianos na década de 1950, jogando pelo Milan. Com Gunnar Gren e Gunnar Nordahl, ele formava o famoso trio sueco "Gre-No-Li".
Após pendurar as chuteiras, Liedholm trilhou uma bem-sucedida carreira de treinador, coroada com os títulos italianos de 1979 à frente do Milan e de 1983 com a Roma de Falcão.
O ex-jogador do Milan, Gianni Rivera, que teve Liedholm como colega e depois como técnico no Milan, fez questão de citar a generosidade do amigo: “Lembro que ele fazia de tudo para deixar os outros à vontade, tanto os jovens quanto os velhos do grupo. Ele era o primeiro a ficar disponível para os outros, para criar a atmosfera ideal”.
Hoje, em Donetsk, na Ucrânia, o Milan usará luto em seu jogo contra o Shakhtar pela Champions League.


cartão amarelo5 Novembro 2007. Milan volta a reclamar das arbitragens.

O Milan divulgou nesta Segunda-feira, em seu site oficial, mais um protesto contra a arbitragem italiana. Na nota, são listados todos os erros dos árbitros que prejudicaram o time neste início de temporada e causaram a perda de pelo menos oito pontos na classificação. O protesto termina com a frase "Agora basta". A lista inclui, entre outros, os seguintes erros dos árbitros:
- No jogo contra o Siena, no Estádio Artemio Franchi, com o placar em 0 a 0, foi validado o gol de Maccarone, que partiu de evidente posição de impedimento.
- Na derrota para o Palermo, por 2 a 1, quando o jogo estava 1 a 0 para o Milan, Amauri controlou a bola com o braço e serviu Diana para fazer o gol.
- No empate com o Catania, em Milão, quando o Catania vencia por 1 a 0, foi anulado um gol de Inzaghi, por causa de um toque de mão de Kaladze. Na verdade, nitidamente, Kaladze tinha o braço colado ao peito.
- Na derrota por 1 a 0 para o Empoli, logo no começo da partida, o zagueiro Piccolo desviou com a mão um chute de Seedorf, mas o juiz não concedeu o pênalti.
- A última reclamação é do empate contra o Torino, no último Sábado: Natali derrubou faltosamente Ambrosini mas, segundo o árbitro, não houve pênalti.


Mundial 201430 Outubro 2007, Zurique, Suíça. O Brasil organizará o Mundial de futebol de 2014.

O Brasil será o país anfitrião do Mundial de 2014. A decisão foi anunciada nesta Terça-feira pelo presidente da FIFA, Joseph Blatter, após uma reunião do Comitê Executivo desta organização.
O anúncio foi feito na sede da FIFA, em Zurique, na presença do Presidente brasileiro Lula, dos ex-jogadores Dunga e Romário e de doze governadores, entre os quais José Serra, de São Paulo, e Aécio Neves, de Minas Gerais, dois dos prováveis candidatos à próxima eleição presidencial, cujo vencedor presidirá a abertura do Mundial de 2014.
A confirmação do Brasil, candidato único, já era esperada. O relatório dos inspetores da FIFA, que estiveram no Brasil no final de Agosto, concluiu que o país estava apto a realizar o Mundial, apesar das precariedades em todos os estádios indicados para o evento, assim como no sistema de transporte público.
O Brasil é recordista de títulos mundiais (cinco) e è o único país a estar presente em todas as Copas do Mundo (18). Agora entrará também para o restrito clube de países que organizaram por duas vezes a competição.


Kaká19 Outubro 2007. Cafu diz que Kaká é o melhor jogador do mundo.

O lateral-direito Cafu, do Milan, disse hoje que seu companheiro de equipe Kaká é o melhor jogador do mundo na atualidade. “Neste momento Kaká é, sem dúvida alguma, o melhor do mundo. É um jogador que amadureceu muito. Demonstrou que é um campeão e continua fazendo isto. Eu o considero o número um e acho que merece a Bola de Ouro”.
O lateral brasileiro elogiou também o jovem atacante Alexandre Pato, que foi contratado pelo Milan junto ao Internacional de Porto Alegre. “Pato é um grande jogador, mas ainda deve provar muito. Todos esperamos pela chegada de Janeiro para poder vê-lo conosco em campo. Deve ficar tranqüilo e se adaptar pouco a pouco ao panorama do futebol italiano. Entretanto, ninguém deve criar muita expectativa ao seu redor. Fora do campo é um menino sereno, bom e de boa família”.
No fim, Cafu falou sobre o artilheiro Ronaldo. “Espero que Ronaldo possa voltar o mais rápido possível. Todos desejamos vê-lo no gramado para que possa demonstrar seu grande valor. Tristemente, sofreu uma lesão e não pôde jogar até agora, mas ele é o primeiro a querer entrar em campo. O importante é que ele esteja tranqüilo e espere o momento mais oportuno para retornar”.


Dida Celtic11 Outubro 2007. O goleiro Dida é suspenso por duas rodadas.

A UEFA suspendeu o goleiro brasileiro Dida por duas partidas por causa de sua encenação no jogo em que o Milan foi derrotado pelo Celtic por 2 a 1, no último dia 3 de outubro, em Glasgow, na Escócia. O confronto valia pela segunda rodada da Champions League.
Na ocasião, um torcedor invadiu o gramado, já nos minutos finais da partida, logo após o segundo gol do time escocês, e tocou o rosto de Dida. O brasileiro tentou persegui-lo, mas, depois, caiu no gramado simulando ter sido agredido. O goleiro saiu de maca e acabou substituído pelo australiano Kalac.
Dida foi enquadrado no artigo 5 parágrafo 1 do código disciplinar da UEFA por infringir as normas de lealdade, integridade e esportividade. Com a punição, Dida não poderá atuar nas duas partidas contra o Shakhtar. O primeiro jogo entre os times ocorre no próximo dia 24 de Outubro, em Milão. Já a volta está marcada para 6 de Novembro, em Donetsk.
Quem também acabou penalizado foi o Celtic, que terá de pagar 35700 euros pela invasão do gramado. O Milan anunciou que irá apelar. De acordo com o advogado do time italiano, Leandro Cantamessa, a pena é excessiva.


Kaká ganha FIFPro5 Outubro 2007. Kaká é eleito “Melhor do Mundo” pela FIFPro.

A FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais) elegeu nesta Sexta-feira o meio-campista brasileiro Kaká, do Milan, como “Melhor Jogador do Mundo” na temporada 2006/07. A escolha foi feita entre Julho e Agosto e contou com a participação de mais de 45 mil jogadores profissionais de todo o mundo.
O bom desempenho na última edição da Champions League foi fundamental para a premiação de Kaká. Ele foi o artilheiro, com dez gols, e liderou o Milan na conquista do sétimo título do principal torneio de clubes da Europa. Kaká sucede a Ronaldinho Gaúcho que vencera o prêmio nos dois anos anteriores.
A FIFPro anunciou também a melhor seleção da última temporada. O time ideal dos atletas foi o seguinte, no esquema 4-3-3: Buffon (Juventus); Nesta (Milan), Cannavaro (Real Madrid), Terry (Chelsea) e Puyol (Barcelona); Gerrard (Liverpool), Cristiano Ronaldo (Manchester United) e Kaká (Milan); Messi (Barcelona), Drogba (Chelsea) e Ronaldinho Gaúcho (Barcelona).


LaPorta17 Setembro 2007. Os maiores clubes europeus declaram guerra à FIFA e à UEFA.

O poderoso G-14 – o grupo que reúne os mais importantes clubes europeus – acaba de declarar guerra à FIFA e à UEFA para que seus integrantes sejam indenizados sempre que cederem atletas para amistosos, ou mesmo jogos oficiais, das seleções nacionais. Dado que as duas entidades não concordam com as reivindicações, o bloco dos poderosos fez duas ameaças. A primeira: recorrer ao Tribunal de Justiça Europeu para obrigar a FIFA a compensá-los toda vez que seus craques forem defender seleções. A segunda foi mais drástica: romper em definitivo com a UEFA e formar uma nova associação de futebol, reunindo até 50 clubes europeus.
Fazem parte do G-14, entre outros, o Milan, a Inter, a Juventus, o Barcelona, o Real Madrid, o Bayern de Munique, o Liverpool e o Manchester United.
“Ou a FIFA e a UEFA aceitam nossas exigências, ou os clubes acabarão tomando as rédeas da situação, podendo chegar a tal ponto que será mudada toda a organização das competições importantes”, ameaçou o presidente do Barcelona, Joan Laporta (na foto). Ele é o mais irritado e intransigente.
“Acho justo e necessário que os jogadores tenham o desejo de representar seus países”, argumentou o cartola espanhol. “Mas não é correto que os clubes continuem a pagar os salários enquanto eles jogam por suas seleções, que ganham muito dinheiro”, ponderou. “Além disso, muitas partidas são realizadas em países de outros continentes, como Estados Unidos e Austrália, provocando grande desgaste em nossos atletas.”


Kaká12 Setembro 2007. Kaká é o jogador mais bem pago da Itália.

Kaká não é apenas o melhor jogador da Europa, mas também o mais bem pago da Itália. De acordo com o jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, o salário do meia do Milan será de 6 milhões de euros neste ano. O Milan também é o clube italiano que mais gasta com salários: 120 milhões de euros anuais.
O milionário investimento do Milan em Kaká tem trazido resultados. Desde que chegou ao clube, o camisa 22 foi fundamental nas boas campanhas realizadas pelo clube, especialmente na conquista da última Champions League.
Kaká também conseguiu levar seu irmão, o zagueiro Digão, para o Milan. Mas o caçula ainda terá de se esforçar para igualar os rendimentos do irmão mais famoso, pois é o que recebe o menor salário do elenco milanês: 1 milhão de euros - mesma quantia de Kalac e Gourcuff.
O segundo craque italiano mais bem pago é Totti (5.4 milhões de euros), principal jogador da Roma. A seguir, estão Buffon, da Juventus, e três jogadores da Inter, Vieira, Ibrahimovic e Adriano: 5 milhões de euros cada um.


Ronaldo11 Setembro 2007. Comissão Antidoping reprova tratamento por “fator de crescimento” utilizado por Ronaldo.

Uma lesão muscular na coxa direita, sofrida por Ronaldo em 31 de Julho, foi diagnosticada como sendo de grau 1 pelos médicos do Milan. Após um mês de tratamento e conflitos com os médicos italianos, o jogador resolveu fazer novos exames na Bélgica e no Brasil e descobriu que a lesão era bem mais grave: de grau 2.
No Rio de Janeiro Ronaldo foi assistido pelo Dr Runco, médico do Flamengo e da seleção brasileira, que inicialmente admitiu o uso do tratamento por “fator de crescimento”. Esta terapia consiste em retirar do próprio paciente 30 ou 40 centímetros cúbicos de sangue. Em seguida o sangue é centrifugado para se obter um concentrado de proteínas que são injetadas no músculo lesionado com o objetivo de favorecer a restauração dos tecidos lesionados.
Este tratamento foi colocado sob suspeita pela comissão antidoping do Comitê Olímpico Nacional Italiano (CONI). “Essa prática é considerada ilícita na Itália”, advertiu Luigi Frati, presidente da seção do CONI que combate o uso de substâncias proibidas no esporte. “O jogador deveria nos enviar uma explicação, preventivamente, para que pudéssemos avaliar o caso”, emendou o médico, que foi taxativo ao repudiar o tratamento utilizado pelo Ronaldo para voltar o mais rapidamente possível aos gramados. “Esses fatores de crescimento não servem para nada”, afirmou. “E podem provocar tumores.”.


Kaká com PlatiniMônaco, 30 Agosto 2007. Kaká recebe prêmio de melhor da Europa.

Kaká foi o grande premiado pela UEFA nesta Quinta-feira, em Mônaco, antes do sorteio para a formação dos grupos da próxima fase da Champions League 2007/08. O craque do Milan foi eleito o melhor jogador da última edição da Champions League; além disso, ele recebeu também o troféu de melhor atacante, provavelmente pelo fato de ter terminado a competição como artilheiro, com 10 gols. (Na foto Kaká com Platini, presidente da UEFA.)
“A única possibilidade de ganhar troféus como estes é fazer parte de uma grande equipe como o Milan. Por isto gostaria de agradecer a todos os meus companheiros”, declarou o brasileiro logo após o anúncio dos prêmios.
Outros dois jogadores do Milan levaram troféus: Maldini, como melhor defensor, e Seedorf, como melhor meia. O único jogador não milanista a ganhar um prêmio foi Peter Cech, do Chelsea, que foi eleito melhor goleiro.


torcedores25 Agosto 2007. Entrevista com Digão, irmão de Kaká.

Em uma entrevista ao “globoesporte.com”, o zagueiro Digão, irmão de Kaká, admite que o principal motivo para estar no todo poderoso Milan é o fato de ser parente do craque da seleção brasileira. No entanto, mostrando muita maturidade aos 21 anos, o defensor, que disputou a última temporada pelo Rimini da Série B italiana, ressalta que quer se destacar no futebol por intermédio de seus próprios méritos.
PERGUNTA. Como é voltar a Milão para jogar no time principal do Milan e ao lado do seu irmão? Como é jogar com ele?
DIGÃO. A cidade de Milão hoje é perfeita para mim. O fato de ficar perto da família e jogar em um clube com outros sete brasileiros é muito bom. Sobre o Kaká, jogar com ele é a realização de um sonho, tanto meu, quanto dele.
PERGUNTA. Você acha que ser irmão do Kaká ajudou na sua contratação pelo Milan?
DIGÃO. Ser irmão do Kaká me abriu muitas portas, não posso ser hipócrita de negar isso, mas em campo quem vai sou eu. O Milan precisa de uma renovação na defesa e eu fiz um ótimo campeonato no ano passado.
PERGUNTA. Temos vários exemplos de “irmãos”. No futebol brasileiro tem o Raí e o Sócrates... e o Raí no começo era visto com desconfiança, depois se superou! Você leva em consideração esses exemplos?
DIGÃO. Isso é muito relativo, depende muito de cada um. Não é um objetivo meu superar o Kaká e criar uma concorrência entre nós. Mas aprendi com esses exemplos de “irmãos” que no começo é normal você ser conhecido como irmão do Kaká, irmão do Sócrates, e que isso com o tempo passa.
PERGUNTA. Você disse que sabe que o Kaká te abriu as portas. Tanto que você saiu do Brasil super cedo, para jogar no mesmo Milan, quando ele foi transferido para Milão. Se você não fosse irmão do Kaká, você tem idéia de como seria sua trajetória?
DIGÃO. É muito difícil falar porque o “se” não entra em campo, mas provavelmente estaria no São Paulo.


torcedores22 Agosto 2007. O Milan estréia no Campeonato Italiano sem sua torcida.

A torcida do Milan não poderá ir a Gênova assistir à estréia de sua equipe no Campeonato Italiano 2007/08, no próximo Domingo 26 de Agosto, contra o Genoa, por decisão do prefeito da cidade, Giuseppe Romano, que proibiu, por razões de segurança, a venda dos ingressos do setor destinado aos visitantes.
Romano optou por esta decisão após reunião com o comitê de segurança da cidade, que teme brigas entre os torcedores das duas equipes. A partida foi considerada de alto risco por ser a primeira após a morte de Vincenzo Spagnolo, torcedor do Genoa que foi esfaqueado por Simone Barbaglia, torcedor do Milan, em 29 de Janeiro de 1995.
Além disso, só será permitida a venda de um ingresso por torcedor, em vez dos quatro previstos pela lei e a venda terminará às 19:00 horas do Sábado 25 de Agosto. Segundo as autoridades, os torcedores do Milan que quiserem ver o encontro poderão comprar sua entrada se forem a Gênova pelo menos um dia antes da partida, já que o objetivo é impedir a chegada em massa da torcida rival.


Émerson21 Agosto 2007. O brasileiro Émerson deixa o Real Madrid e acerta com o Milan.

O volante brasileiro Émerson é o novo reforço do Milan, que chegou a um acordo com o Real Madrid, ex-clube do jogador. A assessoria de imprensa do atleta confirmou o acerto na tarde desta Terça-feira.
“Já está tudo acertado. Estou aguardando apenas a chegada do presidente do Milan para assinar o contrato e oficializar o negócio” afirmou o cabeça-de-área, que foi contratado em definitivo e assinará contrato válido por duas temporadas.
Esta será a terceira passagem de Émerson pelo futebol italiano, onde conquistou três títulos nacionais. Antes, defendeu a Roma e foi campeão italiano em 2001. Depois, passou pela Juventus e conquistou o bicampeonato em 2005 e 2006. Esses dois títulos, porém, foram cassados posteriormente devido ao escândalo da arbitragem envolvendo dirigentes juventinos.
“Acho que sou um privilegiado por jogar mais uma vez num dos maiores clubes do mundo. Não é fácil ter a oportunidade de defender camisas tão tradicionais como as do Milan, Real Madrid, Roma, Juventus, Bayer Leverkusen e Grêmio” afirmou, citando todos os clubes pelos quais já passou.


Ronaldo17 Agosto 2007. Disfunção na tireóide dificultava Ronaldo a manter o peso ideal.

Acabou o mistério da gordura de Ronaldo. Uma disfunção na tireóide era o problema que fazia o jogador ter dificuldade para se manter no peso ideal. Essa era a informação que o Milan e o jogador mantinham em sigilo. Como resultado do tratamento a que está sendo submetido, ele perdeu 3,5 quilos em três semanas e está muito motivado para fazer uma ótima temporada.
Ontem, num programa do Milan Channel, o canal de tevê do clube, o médico Jean Pierre Meerseman anunciou que exames revelaram a existência de um problema no metabolismo do Fenômeno e que, graças a essa descoberta, foi possível tratá-lo.
Os médicos do Milan ainda não admitem publicamente que o problema descoberto é na tireóide, a glândula que regula o metabolismo do corpo. Mas, longe de gravadores e microfones, fontes do clube confirmam a informação.
Os médicos resolveram investigar o motivo de Ronaldo ganhar peso com facilidade quando ele se apresentou depois das férias, na última semana de julho. O craque passou por vários exames. Detectado o problema na tireóide, o Fenômeno foi afastado dos treinos com o resto do elenco e começou a fazer um tratamento que consiste, além de uma dieta equilibrada, na ingestão de comprimidos para normalizar a produção do hormônio tiroxina, que regula o gasto de energia do corpo.


Ronaldo8 Agosto 2007. Ronaldo diz que seleção brasileira não é de Ricardo Teixeira.

Na semana passada, na Suíça, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, desabafou sobre o fracasso da seleção na Copa de 2006, na Alemanha. Teixeira disse acreditar que um dos principais motivos da campanha ruim da seleção foram as bebedeiras. “Tinha jogador que chegava entre 4 e 6 da manhã bêbado”, afirmou.
O presidente da CBF disparou também contra a condição física do atacante Ronaldo, insinuando que o jogador dificilmente reunirá condições de jogar mais uma Copa do Mundo. “Como é que um atleta pode chegar a uma Copa pesando 98 quilos?”, disse. “Com quantos anos está Ronaldo hoje? Com quantos anos ele estará em 2010? Temos de encontrar outro Ronaldo.”
Ronaldo não aceitou calado as críticas de Ricardo Teixeira e resolveu dar o contra-ataque via imprensa. O craque declarou ao jornal italiano “La Gazzetta Dello Sport” que não é Teixeira quem manda na equipe. “O presidente da CBF deve entender que a seleção brasileira não é dele”, afirmou. “A seleção é do povo e, se os torcedores me quiserem de volta, eu estarei sempre disponível.”
Se Ronaldo continuar jogando bem no Milan, ele pode sonhar com a volta à seleção, porque Dunga até agora não conseguiu encontrar alguém que tomasse conta da posição. Desde que assumiu o cargo, no segundo semestre de 2006, o treinador nunca o chamou, mas não descarta convocá-lo desde que esteja bem física e tecnicamente.


Alexandre PatoMilão, 3 Agosto 2007. Alexandre Pato é do Milan.

Alexandre Pato, 17 anos, melhor jogador revelado pelo Internacional de Porto Alegre nas últimas décadas, foi contratado pelo Milan ontem, Quinta-feira. O clube italiano bancou os 20 milhões de dólares da multa rescisória. O craque não joga mais pelo Colorado, viajará neste Sábado para a Itália.
O negócio foi concretizado após longa reunião. Estiveram presentes no encontro o presidente do Internacional, Vitório Piffero; o empresário do jogador, Gilmar Veloz; o diretor-geral do Milan, Ariedo Braida; advogados dos dois clubes; o próprio Pato e o pai dele, Geraldo Rodrigues. O guri assinou com o Milan um contrato de cinco temporadas. Na Itália, realizará o sonho de jogar ao lado de Kaká e, principalmente, de Ronaldo, seu maior ídolo.
O clube do milionário Sílvio Berlusconi não cedeu ao pedido dos dirigentes do Internacional para que o jovem craque permanecesse no Brasil até o fim do ano e exigiu sua apresentação imediata em Milão.
O nome verdadeiro de Alexandre Pato é Alexandre Rodrigues da Silva. Ele nasceu em Pato Branco, no Paraná, em 2 de Setembro de 1989. O garoto era visto como um fenômeno pelos dirigentes colorados antes mesmo de ser colocado no grupo profissional. O Internacional só permitiu que ele fosse a campo no time principal depois de assinar o atual contrato, com uma multa volumosa. O ex-presidente Fernando Carvalho temia que algum gigante europeu levasse a jóia rara a preço de banana.
O primeiro jogo de Pato como profissional foi em Novembro do ano passado, no Parque Antarctica, na goleada de 4 a 1 sobre o Palmeiras. Ele levou pouco mais de um minuto para fazer um gol e mostrar que era de outro nível. Em seguida, deu passes para outros dois gols.
O segundo jogo do prodígio foi no Mundial de Clubes, no Japão. Na semifinal contra o Al-Ahly, ele fez o primeiro gol. Na final ajudou o seu time a bater o Barcelona e a tornar-se a melhor equipe do mundo.
Em Janeiro deste ano, Pato foi o destaque da seleção brasileira sub-20 na conquista do título do Sul-Americano da categoria, disputado no Paraguai.
Em pouco tempo, o talentoso atacante deixou de ser apenas Alexandre Pato. Virou o Pato Maravilha, como passaram a cantar os colorados nas arquibancadas. Agora, a criação de cânticos cabe aos torcedores milanistas.


NestaMilão, 1 Agosto 2007. O zagueiro milanista Alessandro Nesta anuncia que não jogará mais pela seleção italiana.

Conforme já era aguardado nos últimos dias, o defensor milanista Alessandro Nesta, 31 anos, anunciou nesta Quarta-feira que não jogará mais pela seleção italiana, assim como já havia feito o atacante Francesco Totti recentemente.
De acordo com o zagueiro italiano, a decisão foi tomada em razão de problemas físicos e da dificuldade em poder conciliar os compromissos do clube e da seleção.
Devido a lesões, Nesta perdeu boa parte do Mundial de 2006 pela seleção da Itália, assim como boa parte da temporada 2006/07 pelo Milan.
O jogador negou que a decisão tenha relação com um possível desentendimento com o treinador da Azzurra, Roberto Donadoni, e não descartou a hipótese de voltar à seleção futuramente e jogar a próxima Copa do Mundo. “Não tive problemas com Donadoni. Ele foi o primeiro que soube da minha decisão. Agradeço a comissão técnica da seleção e os companheiros” frisou o zagueiro do Milan.


PeléMilão, 22 Julho 2007. Pelé aconselha Kaká a ficar no Milan.

Em uma entrevista publicada neste Domingo pelo jornal italiano “La Gazzetta dello Sport” o Rei Pelé disse que o meia Kaká deve continuar no Milan e não se transferir para o Real Madrid, assinalando que o dinheiro não é tudo.
“Eu joguei durante 20 anos no Santos e sempre fui fiel, embora tenha recebido ofertas milionárias, inclusive do Real Madrid e do Juventus de Turim. Escolhi ficar onde tinha crescido, onde me tornei grande, onde o povo me queria e era feliz. O dinheiro não é tudo. Kaká sabe o que tem de fazer. Em Milão me parece que ele é feliz, então por que deve se mudar?”, disse o Rei do Futebol ao jornal italiano.
Na entrevista Pelé falou também do Ronaldo: “Se ele estiver bem fisicamente, estou convencido de que pode voltar a ser o número um. A única coisa que Ronaldo precisa fazer é treinar regularmente. Acho que ele está bem em Milão e sua presença não é boa só para o clube, mas também para Kaká”.
Pelé também comentou que a jovem revelação do Internacional de Porto Alegre, Alexandre Pato, é um grande jogador, mas que ainda é jovem demais.


Totti20 Julho 2007. Totti anuncia que não defenderá mais a seleção italiana.

O meia-atacante Francesco Totti, da Roma, anunciou nesta Sexta-feira que não defenderá mais a seleção italiana de futebol. O jogador, campeão junto com a Itália na última Copa do Mundo, disputou 58 jogos pela equipe, com nove gols marcados.
Nascido na capital italiana, Totti sempre foi torcedor da Roma. Começou a jogar futebol nas categorias de base da equipe, e sua estréia aconteceu cedo, com 16 anos, numa vitória de 2 a 0 sobre o Brescia em Março de 1993. Desde então, só vestiu duas camisas na vida: da Roma e da seleção italiana. Com o tempo, ele foi ganhando moral e conquistando espaço no time. Hoje é seu grande capitão e líder.
Em Fevereiro de 2006 Totti fraturou o perônio e rompeu os ligamentos do tornozelo esquerdo em um jogo do campeonato italiano contra o Empoli. Ele correu contra o relógio para se recuperar a tempo de disputar, quatro meses mais tarde, a Copa da Alemanha. Ganhou a vaga de titular no esquema 4-4-1-1 de Marcello Lippi e contribuiu para a conquista do tetra.


Ricardo OliveiraMilão, 14 Julho 2007. O Milan cede Ricardo Oliveira ao Real Zaragoza.

O site oficial do Milan comunicou neste Sábado que o atacante brasileiro Ricardo Oliveira foi cedido em empréstimo, com direito de resgate, ao Real Zaragoza da Espanha.
O técnico Ancelotti já havia avisado à diretoria do clube que não precisaria de Ricardo Oliveira no elenco da próxima temporada. No ataque rubro-negro, o brasileiro contava com a forte concorrência do compatriota Ronaldo e dos italianos Inzaghi e Gilardino.
Desde que chegou ao Milan, no segundo semestre de 2006, ele teve poucas chances de firmar-se na equipe, marcando apenas três gols em todo o Campeonato Italiano.
Ricardo Oliveira volta ao futebol espanhol após apenas uma temporada no Milan. Será sua terceira passagem pela Espanha, após defender o Valência em 2003/04 e o Betis de Sevilha na temporada seguinte. O Real Zaragoza terminou o último campeonato na sexta colocação e na próxima temporada disputará a Copa UEFA.


Kaká com óculos6 Junho 2007. Kaká opera os olhos com sucesso.

Kaká passou nesta Quarta-feira por uma cirurgia simples nos olhos, informa a “Agência Italiana de Notícias”. O brasileiro corrigiu problemas de miopia e astigmatismo que tinha há anos. A operação, realizada numa clínica particular em Modena, na Itália, foi considerada um sucesso.
Os problemas de visão de Kaká o faziam atuar usando lentes de contato. Fora dos campos, era normal ver o craque do Milan usando óculos. Kaká esteve acompanhado pela esposa e por um médico de seu clube. Quando abriu os olhos, logo após a cirurgia, o brasileiro revelou já estar vendo tudo bem melhor do que antes.
Angelo Appiotti, responsável pela cirurgia, contou que Kaká estava confiante e cooperou o tempo todo. Appiotti examinará Kaká novamente na semana que vem para confirmar o sucesso da intervenção nos olhos do jogador.


Evo Morales28 Maio 2007. FIFA proíbe jogos internacionais acima de 2500 metros.

O comitê executivo da FIFA proibiu a realização de jogos internacionais em estádios situados acima de 2500 metros de altitude. A medida, proposta pelo comitê médico do organismo e que ainda terá de ser ratificada no congresso, já causou polêmica nos países da América Latina.
São afetados por esta medida quatro países situados na cordilheira dos Andes (Colômbia, Equador, Bolívia e Peru) e o México. Nos três primeiros casos, até as respectivas capitais ficam de fora das competições internacionais, inclusive das eliminatórias para o Mundial de 2010: Bogotá (2640 metros), Quito (2850 metros) e La Paz (3665 metros). No Peru, não poderá ser usado o estádio da antiga capital imperial, Cusco, com 45 mil lugares e 3400 metros acima do nível do mar. No México, é afetada a cidade de Toluca (2700 metros) e a capital federal, Cidade do México, escapa por pouco metros.
A Bolívia é mesmo o país mais atingido por esta proibição. Além da exclusão de La Paz, ficam de fora cinco das seis capitais provinciais com estádios certificados. Só Santa Cruz poderá receber partidas internacionais. Por isso, a contestação foi muito enérgica na Bolívia, sob a liderança do Presidente Evo Morales (na foto) que ordenou o envio de uma delegação à sede da FIFA.


CostacurtaMilão, 19 Maio 2007. Aos 41 anos, Alessandro Costacurta pendura as chuteiras.

Neste Sábado, no estádio San Siro em Milão, o zagueiro Alessandro Costacurta jogou a sua última partida. Ao término de Milan x Udinese, ele pendurou as chuteiras, aos 41 anos de idade. Tal como aconteceu com tantos outros grandes jogadores do passado, Costacurta continuará ao serviço do Milan. Ele será um dos auxiliares do treinador Carlo Ancelotti, trabalhando ao lado de Mauro Tassotti, outro jogador lendário do Milan. “Será capaz de dar um grande contributo ao time devido à sua grande experiência”, afirmou Ancelotti.
Após a partida contra a Udinese, todos os jogadores, incluindo os que não jogaram, entraram em campo vestindo uma camisa com o número cinco de Costacurta. Depois, o zagueiro deu uma volta de honra, antes de ser saudado efusivamente pelos colegas.
Durante a sua carreira, Costacurta disputou 59 jogos pela seleção italiana, tendo integrado as equipes que estiveram nos Mundiais de 1994 e de 1998. Sob o comando de Sacchi e Capello, Costacurta formou um das melhores defesas da história, jogando ao lado de Mauro Tassotti, Franco Baresi e Paolo Maldini. Estreiou no Milan em Outubro de 1987 e, em vinte temporadas, conquistou sete títulos italianos, cinco Champions Leagues e dois mundiais interclubes.


Kaká18 Maio 2007. Entrevista com o Kaká.

A seguir alguns trechos de uma entrevista com o Kaká, publicada no blog do André Kfouri.
PERGUNTA - Você diria que vive atualmente o melhor momento de sua carreira? Observando suas atuações, a impressão que fica é que, hoje, você conseguiu reunir tudo (técnica, plenitude física, maturidade, noção da própria capacidade, etc.).
KAKÁ - Sim, hoje eu vivo o melhor momento da minha carreira. Estou mais maduro, mais experiente. Isso ajuda muito na hora de colocar em prática o talento. Mas não acho que cheguei ao topo, tenho muito a melhorar e aprender ainda.
PERGUNTA - Como é o ambiente no Milan? Como é o relacionamento entre vocês, fora de campo? É um grupo que se fala e convive quando não está de uniforme? Quais são os jogadores que freqüentam a sua casa?
KAKÁ - O ambiente no Milan é muito bom, muito mesmo. Fazemos jantares, festas, e na maioria das vezes é sempre para todo o grupo. É um grupo que conversa, um grupo maduro, com jogadores vividos. Eu tenho bom relacionamento com a maior parte dos meus companheiros, ou seja, minha casa é freqüentada pela maior parte dos jogadores.
PERGUNTA - Qual foi sua maior emoção durante um jogo nesta temporada? Dá para escolher um momento?
KAKÁ - Até agora, com certeza, foi a semifinal contra o Manchester.
PERGUNTA - Você pediu desculpas para os zagueiros do Manchester United, que trombaram tentando te marcar no golaço que você fez no primeiro jogo das semifinais?
KAKÁ - Naquele momento a alegria era tão grande que nem me passou isso pela cabeça.


Kaká pede dispensa11 Maio 2007. Kaká pede oficialmente à CBF dispensa da Copa América.

Nesta Sexta-feira o meia Kaká pediu oficialmente à Confederação Brasileira de Futebol (CFB) para não ser convocado para a Copa América que será realizada na Venezuela entre os dias 26 de Junho e 15 de Julho.
Um dos parágrafos da carta, assinada e enviada por Kaká à CBF, diz: “Sempre orgulhoso com a freqüente lembrança do meu nome nas convocações para participar das seleções de atletas que tem a missão de representar o futebol brasileiro, e ciente de que seria possível que Vossas Senhorias poderiam estar cogitando meu nome para participar da Copa América, devo ponderar que não terei condições psico-físicas para bem cumprir o papel que de mim se esperaria em nível internacional”.
O meia escreve também que está há três temporadas sem tirar férias e conclui: “Assim, em caráter excepcional, e agradecendo antecipadamente a compreensão e atenção desta entidade e de seus membros, sirvo-me da presente para formalizar expressamente o meu pedido de dispensa da minha eventual convocação para a Seleção Brasileira que disputará a Copa América.”


Bola de Ouro3 Maio 2007. Kaká e a “Bola de Ouro”.

Menos de um ano depois de ter saído frustrado da Copa do Mundo da Alemanha, Kaká, de 25 anos, se transformou no craque número 1 do planeta e em favorito absoluto para levar o prêmio mais importante do futebol, a “Bola de Ouro”  que a revista France Football entrega ao melhor jogador em atividade na Europa.
Seu grande trunfo é o rendimento que vem tendo na Champions League. É o artilheiro com 10 gols (Crouch, do Liverpool, é o segundo com seis) e foi decisivo em momentos importantes, como no gol que fez nas oitavas-de-final contra o Celtic na prorrogação - numa daquelas arrancadas típicas de seu repertório - e nos três que marcou nas semifinais contra o Manchester United - dois em Manchester e um em Milão. No dia 23 de maio, em Atenas, buscará, contra o Liverpool, o título mais importante de sua carreira em clubes, a sétima Champions League para o Milan.
A imprensa européia se curvou ao seu talento, ainda mais depois que ele venceu por nocaute o duelo com o português Cristiano Ronaldo, do Manchester United.


Eurocopa 201219 Abril 2007. A Itália perde a organização da Eurocopa de 2012.

Varrida pela violência nos estádio de futebol e ainda se recuperando dos escândalos de corrupção, a Itália é derrotada na corrida para organizar a Eurocopa de 2012, terceiro maior evento esportivo do mundo, depois da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. Ontem, a UEFA anunciou a surpreendente vitória da candidatura conjunta de Polônia e Ucrânia para sede da disputa. A decisão ainda confirma a política do novo presidente da UEFA, Michel Platini, de dar espaço no futebol europeu não apenas para as grandes potências do continente.
Os italianos se consideravam favoritos por ter uma infra-estrutura adequada e a experiência de ter organizado há apenas um ano os Jogos Olímpicos de Inverno, em Turim. Ainda assim, a UEFA optou por levar o torneio a novas fronteiras.
Platini, para ser eleito presidente da entidade, foi buscar votos nos países do Leste Europeu e prometeu que essas federações seriam beneficiadas. A decisão de ontem, assim, foi interpretada como uma mensagem de Platini para aqueles que não acreditavam em mudanças.


Bet and Win14 Abril 2007. Milan é multado por usar patrocínio ilegal na Alemanha.

Na última Quarta-feira o Milan ganhou a vaga nas Semifinais da Champions League, mas foi multado em 100 mil euros por ter entrado em campo contra o Bayern de Munique, na casa do adversário, com o patrocínio da empresa de apostas “Bet and Win”, que é proibida de fazer publicidade na Alemanha.
A Câmara Municipal de Munique já tinha pedido no dia 23 de Março ao Tribunal Administrativo da cidade para proibir a equipe italiana de usar o nome do seu patrocinador, já que o país não permite propaganda de empresas privadas de apostas.
O Tribunal deu razão à Câmara, mas os italianos, que venceram o Bayern de Munique por 2 a 0, ignoraram esta decisão e entraram em campo com o nome “Bwin” na camisa. Isto se deu porque o retorno financeiro com a utilização do logotipo da casa de apostas, num jogo tão importante, é de aproximadamente 500 mil euros. Bem mais que o valor da multa, 100 mil euros.


Alex Ferguson13 Abril 2007. Alex Ferguson é treinador do Manchester United há mais de 20 anos.

No Brasil, a constante troca de técnicos é um fato comum hoje em dia. Difícil encontrar alguém que consiga permanecer dois, três anos no cargo. Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo estão há pouco mais de um ano trabalhando no São Paulo e no Santos, respectivamente, um tempo até que razoável. E os resultados têm aparecido.
Enquanto no Brasil os treinadores estão acostumados a procurar frequentemente um novo clube para trabalhar, na Europa a história é um pouco diferente. A começar pelo inglês Alex Ferguson, técnico do Manchester United, o próximo adversário do Milan nas semifinais da Champions League.
Ferguson, nascido em 31 de Dezembro de 1941 em Glasgow, Escócia, treina o Manchester United há 20 anos e cinco meses. E está perto de conquistar o seu nono título inglês - lidera o campeonato com 78 pontos, três a mais que o Chelsea, a seis rodadas do fim. No currículo, tem também uma Champions League e um Mundial Interclubes - título conquistado sobre o Palmeiras em 1999.
O tempo, na Inglaterra, é amigo dos treinadores.


Inglaterra11 Abril 2007. Poderio inglês na Champions League.

Três times ingleses chegam às Semifinais da Champions League: o Manchester United, o Liverpool e o Chelsea. O quarto semifinalista é o Milan. Somente duas outras vezes tinha acontecido que três semifinalistas fossem do mesmo país. Em 2000 três times espanhóis alcalçaram as Semifinais: Real Madrid, Barcelona e Valência. Em 2003 foram três times italianos: Milan, Juventus e Inter.
Além disso, pelo terceiro ano consecutivo, haverá um finalista inglês. Em 2005 o Liverpool chegou à final de Istambul e derrotou o Milan. Em 2006 o Arsenal foi derrotado pelo Barcelona na final de Paris. Este ano, o Liverpool ou o Chelsea disputará a final de Atenas.
O futebol inglês teve um período de domínio claro no final dos anos 70 e início dos anos 80, com o Liverpool, o Nottingham Forest e o Aston Villa garantindo uma série de sete triunfos. Agora há um sentimento crescente de que assistiremos a um retorno do domínio inglês.


Ronaldinho GaúchoMilão, 14 Março 2007. O Milan negocia Ronaldinho Gaúcho.

O Milan decidiu oficializar o interesse na contratação de Ronaldinho Gaúcho e resolveu chamar seu irmão e procurador para uma reunião. Roberto Assis esteve em Milão ontem e se encontrou com Adriano Galliani, vice-presidente do clube rubro-negro. As discussões ainda são preliminares, mas as possibilidades de o negócio sair no meio do ano, após o fim desta temporada, estão crescendo.
Ronaldinho é um ídolo no Barcelona, mas não há mais, por parte da diretória, aquela obsessão por mantê-lo por muitos anos. Se o Milan aparecer na Espanha com boa quantia de dinheiro, fatalmente conseguirá contratá-lo. Seu vínculo com o Barcelona vai até 2010.
“Existe boa possibilidade de o negócio sair”, disse Silvio Berlusconi, proprietário do Milan, ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport.
A eliminação do time espanhol na Champions League, semana passada, e a temporada apenas regular do brasileiro enfraqueceram um pouco a relação entre os torcedores e Ronaldinho. Não será, portanto, surpresa se o craque se transferir para o Milan na próxima temporada.


Ricardo OliveiraSão Paulo, 13 Março 2007. Irmã do jogador Ricardo Oliveira é libertada após mais de 5 meses de seqüestro.

Seqüestrada havia mais de cinco meses, Maria de Lourdes de Oliveira, 35 anos, irmã do jogador Ricardo Oliveira (na foto), do Milan, foi libertada no começo da madrugada desta Terça-feira, pela Polícia Civil de São Paulo. Ela foi encontrada graças a uma denúncia anônima. O seqüestro, que durou 159 dias, é um dos mais longos da história de São Paulo.
De acordo com a Polícia Civil, na Segunda-feira, dia 12, os criminosos bateram em Maria de Lourdes e ameaçaram matá-la na manhã seguinte. Horas depois, ela percebeu que havia sido deixada sozinha no cativeiro e começou a gritar por socorro. Uma pessoa que estava nas proximidades ouviu os apelos e ligou para o Disque-Denúncia.
O cativeiro era em um apartamento da CDHU (Companhia do Desenvolvimento Habitacional e Urbano), no Parque São Rafael, zona leste de São Paulo. Quando os policiais chegaram ao apartamento, Maria de Lourdes estava trancada em um dos quartos. Emocionalmente abalada e aparentemente desnutrida, ela foi levada a um hospital da egião, medicada e liberada.
No cativeiro, ainda segundo a Polícia Civil, ela era mantida em condições precárias de higiene e os seqüestradores usavam capuzes sempre que entravam no quarto.


ChuteirasSão Paulo, 7 Março 2007. Chuteiras com travas longitudinais causam contusões de joelho.

Surgiu um novo vilão para as lesões de joelho que recentemente tiraram de circulação os atacantes Obina do Flamengo, Nilmar do Corinthians, Alemão do Palmeiras e Kerlon do Cruzeiro: as chuteiras. A suspeita foi levantada por Martins, médico do Palmeiras, e agora passou a ser discutida por especialistas.
Os quatro jogadores sofreram ruptura do ligamento cruzado de um dos joelhos. Nenhum deles se lesionou por choque contra adversários: todos se machucaram sozinhos, ao prender o pé no gramado. Os modelos de calçados usados pelos quatro atacantes tinham o mesmo solado, com as travas longitudinais, em lugar das tradicionais travas redondas.
“Essas chuteiras são ruins, porque fixam o pé no campo e impedem ao jogador de girar o corpo”, alertou Martins, que cuida da recuperação de Alemão.
O médico do Santos, Grava, disse que não se pode responsabilizar apenas o calçado, mas reforçou: “Esse modelo é o campeão de incidências de lesão de ligamento cruzado.” Grava acrescentou que esse tipo de solado é muito bom para o arranque, mas prejudica no momento em que o atleta precisa girar o corpo. Ele recomendou para os jogadores do Santos que o melhor é usar aquelas chuteiras tradicionais, com travas redondas, que oferecem menos riscos de lesão.
No São Paulo, os jogadores também foram orientados a não usar esse tipo de chuteira.


Kaká_ItalianoMilão, 12 Fevereiro 2007. Kaká torna-se cidadão italiano.

O meia-atacante Kaká é a partir desta Segunda-feira, dia 12 de fevereiro de 2007, um cidadão italiano. O jogador brasileiro obteve o passaporte da Comunidade Européia, que lhe permite atuar no Milan sem ocupar uma das vagas oferecidas a jogadores extra-comunitários.
Kaká foi à prefeitura da cidade de Milão, acompanhado do administrador delegado do Milan Adriano Galliani, para assinar os papéis que lhe reconhecem a cidadania italiana, conservando a brasileira. Depois das assinaturas, Kaká e Galliani foram recebidos privadamente pelo prefeito de Milão, Gian Valerio Lombardi.
“É uma honra, agora sou um italiano e um brasileiro”, declarou Kaká ao site oficial do Milan. “Estou realmente muito contente, isto me ajuda e, quem sabe, poderá ajudar também o Milan”. Kaká aproveitou a ocasião para elogiar a estréia de Ronaldo no Milan e comentar o momento que o compatriota vive neste novo desafio em sua carreira: “É bonito ver o Ronaldo em campo, contente e feliz. Eu o vi muitas vezes triste e com a moral abatida. Agora aqui no Milan ele está muito bem, sempre de ótimo humor. Ontem, no jogo contra o Livorno, ele já fez muitas coisas boas, esperamos ver também em breve um gol seu.”.


Estádio Vazio8 Fevereiro 2007. O Campeonato Italiano recomeça com muitos estádios fechados ao público.

Após a paralisação de uma rodada pela morte do inspetor de polícia Filippo Raciti num confronto entre as torcidas do Catania e do Palermo, o Campeonato Italiano voltará neste fim de semana com muitos estádios vazios por decisão das autoridades, que vetaram o público nos estádios que não atendem às novas rigorosas regras de segurança pública.
Toda a rodada acontece no mesmo horário, às 15:00 horas locais, sem jogos noturnos por enquanto, e a metade dos jogos será com portões fechados. Com isso, salvo novidades de última hora, haverá público somente nas arquibancadas das partidas Cagliari-Siena, Palermo-Empoli, Roma-Parma, Sampdoria-Ascoli e Torino-Reggina. Por outro lado, o público ficará de fora dos confrontos Atalanta-Lazio, Chievo-Inter, Fiorentina-Udinese, Messina-Catania e Milan-Livorno.
“As rígidas medidas que foram implantadas para afastar os torcedores violentos dos estádios italianos podem ser impopulares, mas são essenciais para tornar o futebol mais seguro”, disse nesta Quinta-feira a ministra de Esportes da Itália.
A violência aconteceu em um período tumultuado do futebol italiano, que ainda se recupera do escândalo da arbitragem, ao mesmo tempo em que comemora o título da Copa do Mundo do ano passado.


Incidentes3 Fevereiro 2007. O futebol italiano é suspenso após morte de policial.

O Campeonato Italiano não terá jogos neste fim de semana. A decisão foi tomada após a morte de um policial na partida de ontem entre o Catania e o Palermo, disputada na cidade de Catania. O jogo era válida pela 22ª rodada e terminou com a vitória por 2 a 1 dos visitantes. A confusão começou quando torcedores locais enfrentaram as autoridades presentes no estádio. A violência deixou também mais de cem feridos.
Assim que o falecimento foi confirmado, a Federação Italiana de Futebol (FIGC) se reuniu em Roma em caráter de emergência e, por meio do interventor extraordinário Pancalli, anunciou a suspensão de todos os jogos deste fim de semana. As autoridades pretendem ainda tomar atitudes mais fortes para tentar coibir a repetição de fatos como o desta Sexta-feira.
Uma delas pode ser o adiamento de mais partidas do futebol italiano. “Uma rodada não é suficiente. Sem medidas drásticas os jogos não serão retomados”, disse Pancalli. “Na Segunda-feira voltaremos a nos reunir em caráter de urgência com o primeiro-ministro Romano Prodi e com a ministra dos esportes Giovanna Melandri para avaliar a situação. O caso merece uma resposta mais forte”, acrescentou Pancalli.
O policial que faleceu nesta sexta-feira se chamava Filippo Raciti, de 38 anos. Ele estava dentro de um veículo quando foi atingido por uma bomba lançada por torcedores. O policial foi levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.


Renoldo30 Janeiro 2007. O Milan compra o atacante brasileiro Ronaldo.

O atacante Ronaldo é o mais novo reforço do Milan. O anúncio foi feito pela equipe italiana, nesta Terça-feira, em seu site oficial. O Milan aceitou pagar 7,5 milhões de euros ao Real Madrid e o contrato do jogador irá até 30 de Junho de 2008.
Ele atuará com a camisa número 99 e sua estréia, provavelmente, será dia 11 de Fevereiro, contra o Livorno, pelo Campeonato Italiano.
O Milan já começou a faturar com o novo astro. Desde ontem à tarde estão à venda no site do clube três modelos da camisa de Ronaldo, cada um por 80 euros.
O Milan será o sexto time para Ronaldo. Ele iniciou a carreira profissional no Cruzeiro, em 1993. Vestiu a camisa azul do clube mineiro durante dois anos e em 1994 foi vendido para o PSV da Holanda, onde jogou por duas temporadas, até se mudar para o Barcelona, time que defendeu somente durante a temporada de 1996/97.
Após deixar a Espanha, Ronaldo transferiu-se para a Inter de Milão, camisa que defendeu por cinco anos até partir, em 2002, para o Real Madrid, equipe pela qual jogou até este ano.
Quando o técnico Capello decidiu barrar Ronaldo do elenco do Real Madrid, há duas semanas, resultou claro que o jogador estava à venda. O mercado europeu, porém, pouco se agitou e o Real Madrid recebeu apenas duas propostas. A mais vantajosa, em termos financeiros, foi do Al Ittihad, da Arábia Saudita, mas esta não animou Ronaldo nem um pouco. Depois, apareceu o Milan e a contratação foi fechada nesta Terça-feira. Ronaldo é agora o sexto brasileiro no elenco do Milan, ao lado de Kaká, Dida, Cafu, Serginho e Ricardo Oliveira.


Platini26 Janeiro 2007. Platini é eleito presidente da UEFA.

O ex-jogador Michel Platini foi eleito nesta Sexta-feira presidente da UEFA (União Européia de Futebol). Na votação, o francês superou o sueco Johansson, que tentava se manter no cargo por mais um mandato.
Platini, de 51 anos de idade, venceu a votação por 27 a 23. Na eleição, que teve a participação das 52 federações da UEFA, também houve dois votos nulos. A vitória do francês, o primeiro ex-jogador a dirigir a entidade, afasta Johansson do cargo depois de 17 anos no comando do futebol europeu.
Entre seus projetos, Platini pretende reduzir o número de vagas às grandes ligas do continente. Além disso, ele manteve o discurso de tratar o futebol como um esporte e não como um negócio. "Futebol é um jogo antes de ser um produto, um esporte antes de ser um mercado e um espetáculo antes de ser um negócio", disse Platini, na apresentação de sua candidatura.
A disputa foi marcada por um clima amistoso e contou com propostas parecidas dos candidatos, pois ambos prometeram lutar contra o racismo, o doping, os jogos combinados e as apostas ilegais.
Platini é considerado um dos melhores jogadores da história, tendo ganhado três vezes a Bola de Ouro, em 1983, 84 e 85.


Oddo23 Janeiro 2007. O Milan compra o zagueiro Oddo da Lazio.

O zagueiro Massimo Oddo, campeão da Copa do Mundo de 2006 pela seleção italiana e capitão da Lazio, foi anunciado hoje como novo jogador do Milan. Na negociação, o time rubro-negro pagará ao clube da capital italiana 7 milhões e 750 mil euros mais o passe, em definitivo, do jogador Foggia, que já atuava na Lazio por empréstimo.
Oddo, de 30 anos, jogou nos times juvenis do mesmo Milan entre 1993 e 1995, depois passou por alguns clubes das divisões inferiores, entre os quais o Napoli e o Verona, até ser contratado pela Lazio no início da temporada 2002/03.
O acordo entre os dois clubes, que iniciaram negociações ainda em Dezembro, foi fechado ontem à noite durante uma reunião entre o administrador delegado do Milan, Adriano Galliani, e o presidente da Lazio, Claudio Lotito. Um indício de que a transferência se consumaria foi o fato de Oddo não ter entrado em campo no empate em 0 a 0 entre as duas equipes do último Domingo, pelo Campeonato Italiano.


Storari17 Janeiro 2007. O Milan contrata o goleiro Storari do Messina.

Com dois goleiros machucados em seu elenco, o Milan decidiu reforçar a sua meta e acertou nesta Quarta-feira a contratação de Marco Storari, que defendia o Messina. Aos 30 anos, Storari assinou contrato até 30 de Junho de 2010, para ser o reserva de Dida, que se recupera de uma contusão no joelho que o abrigou a ficar afastado dos gramados durante dois meses. Nesse período, a meta do Milan foi defendida pelo australiano Kalac que, no entanto, sofreu uma grave lesão nos ligamentos do joelho esquerdo no último Domingo, na vitória por 3 a 1 sobre a Reggina. Kalac deverá ficar dois meses sem atuar.
“Estou orgulhoso de vestir esta camisa”, declarou Storari após o primeiro treino em seu novo time. “As negociações começaram na Segunda-feira à tarde, quando o Milan soube da gravidade da lesão de Kalac. Na manhã de hoje chegamos a um acordo e estou preparado para trabalhar e contribuir com a equipe”, acrescentou o goleiro.


Leandro Grimi11 Janeiro 2007. O Milan compra o jovem zagueiro argentino Leandro Grimi.

O Milan anunciou nesta Quinta-feira que assinou um contrato de quatro anos e meio com o zagueiro argentino Leandro Grimi, de 21 anos, que atuava pelo Racing de Avellaneda. Grimi chegou ao Milan há quase um mês para um período de testes e rapidamente convenceu os dirigentes do clube italiano de que sua contratação era a solução que buscavam para substituir o lendário Paolo Maldini na zaga, uma vez que o jogador deve se aposentar ao fim desta temporada.
Logo que se apresentou ao Milan, Grimi contou que Maldini é seu maior ídolo. “Maldini é o meu modelo e espero ser como ele um dia. Sou um zagueiro que atua na lateral esquerda, que gosta de ir ao ataque como ele e, se Deus quiser, serei um dia o novo Maldini”, disse o jogador argentino.
A popularidade de Grimi na Argentina vinha crescendo. Ele foi considerado o melhor atleta jovem do último Torneio Apertura. Espera-se que o defensor tenha uma boa ascensão, assim como teve Kaká quando chegou à equipe rubro-negra. Também Kaká estava com 21 anos quando foi contratado pelo Milan.


Estevam10 Janeiro 2007. Líderes da Igreja Renascer são detidos nos EUA e imagem de Kaká sai arranhada.

Os fundadores da Igreja Renascer em Cristo, Estevam (na foto) e Sônia Hernandes, foram presos na madrugada de ontem pela Polícia de Imigração no Aeroporto Internacional de Miami, nos Estados Unidos, por tentar entrar no país com 56.500 dólares em dinheiro vivo, e só foram liberados após pagar fiança. Ao chegar em Miami, o casal declarou na alfândega que levava 10.000 dólares, limite permitido pela lei americana, mas foi descoberto ao ser chamado para abrir as malas. Durante revista na bagagem, os policiais encontraram notas espalhadas por bolsos, fundos falsos e até 9.000 dólares escondidos dentro de uma Bíblia. O casal foi solto após pagar fiança no valor de 100.000 dólares.
Estes acontecimentos estão arranhando a imagem do jogador do Milan Kaká que, como é noto, é integrante e garoto-propaganda desta Igreja. Em Dezembro 2005 Kaká casou Caroline Celico na Igreja Renascer em Cristo, na Avenida Lins de Vasconcelos, no Cambuci, bairro de São Paulo.
Na última edição do programa Espaço Renascer, que vai ao ar na rede da televisão que pertence à Igreja, em horário nobre, o apóstolo Estevam Hernandes apareceu ao lado de Kaká. O jogador do Milan afirmou que, apesar de morar na Itália, costuma ser ministrado uma vez por semana por telefone pelo apóstolo Estevam ou por seu filho Felipe, mais conhecido como Bispo Tid. Kaká disse também que sua mulher é diaconisa da Igreja Renascer e sua mãe é presbítera.


Primo_Ricardo_OliveiraSão Paulo, 6 Janeiro 2007. Primo de Ricardo Oliveira é preso por atentado do PCC.

Primo do atacante Ricardo Oliveira, do Milan, Diogo Marcos Silva dos Santos (na foto), de 20 anos, foi preso pelos policiais do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (DEIC). Ele é acusado de participar do atentado do Primeiro Comando da Capital (PCC), em 7 de Agosto de 2006, que destruiu cinco Blazers do DEIC, um Astra e uma motocicleta parados em um estacionamento a 200 metros da sede do departamento, no Carandiru, zona norte de São Paulo.
Diogo, que mora no conjunto habitacional Cingapura que fica a 50 metros da sede do DEIC, confessou o crime e disse que a ordem para o atentado chegou por telefone. Ele estava em liberdade condicional. Havia saído da prisão em Junho, dois meses antes do atentado, depois de cumprir um terço de uma pena de 5 anos e 4 meses, por roubo.
Segundo o delegado, Diogo e quatro outros criminosos pularam, às 4h30, o muro do estacionamento onde estavam os carros do DEIC, dominaram dois funcionários e incendiaram os veículos utilizando três garrafas de combustível que eles carregavam. Depois os bandidos fugiram a pé em direção ao conjunto habitacional.


Voltar para a Página Principal

Veja também as Notícias de Futebol de 2017, 2016, 2015, 2014, 2013, 2012, 2011, 2010, 2009, 2008, 2007, 2006, 2005 e 2004.

logotipo do Milan
Valid XHTML 1.1!   Valid CSS!