milan milan milan milan-brasil milan milan milan
para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

ELIMINATÓRIAS PARA A EUROCOPA 2016

53 times europeus, divididos em 9 grupos, participaram aos jogos de classificação para a EuroCopa 2016 que será disputada na França de 10 de Junho a 10 de Julho de 2016.
A seleção da Itália estava no Grupo H junto com Croácia, Bulgária, Noruega, Azerbaijão e Malta. A seguir são descritos os jogos do Grupo da Itália.

GRUPO H: Itália, Croácia, Bulgária, Noruega, Azerbaijão e Malta

 9 Setembro   2014:    Azerbaijão        1 X 2  Bulgária
                       Croácia           2 X 0  Malta
                       Noruega           0 X 2  Itália

10 Outubro    2014:    Bulgária          0 X 1  Croácia
                       Itália            2 X 1  Azerbaijão
                       Malta             0 X 3  Noruega

13 Outubro    2014:    Croácia           6 X 0  Azerbaijão
                       Malta             0 X 1  Itália
                       Noruega           2 X 1  Bulgária

16 Novembro   2014:    Azerbaijão        0 X 1  Noruega
                       Bulgária          1 X 1  Malta
                       Itália            1 X 1  Croácia

28 Março      2015:    Azerbaijão        2 X 0  Malta
                       Croácia           5 X 1  Noruega
                       Bulgária          2 X 2  Itália

12 Junho      2015:    Croácia           1 X 1  Itália
                       Malta             0 X 1  Bulgária
                       Noruega           0 X 0  Azerbaijão

 3 Setembro   2015:    Azerbaijão        0 X 0  Croácia
                       Bulgária          0 X 1  Noruega
                       Itália            1 X 0  Malta

 6 Setembro   2015:    Malta             2 X 2  Azerbaijão
                       Noruega           2 X 0  Croácia
                       Itália            1 X 0  Bulgária

10 Outubro    2015:    Azerbaijão        1 X 3  Itália
                       Noruega           2 X 0  Malta
                       Croácia           3 X 0  Bulgária

13 Outubro    2015:    Bulgária          2 X 0  Azerbaijão
                       Itália            2 X 1  Noruega
                       Malta             0 X 1  Croácia

CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO H
  Pontos Jogos Gols
ITÁLIA 24 10 16 - 7
CROÁCIA 20 10 20 - 5
NORUEGA 19 10 13 - 10
BULGÁRIA 11 10 9 - 12
AZERBAIJÃO 6 10 7 - 18
MALTA 2 10 3 - 16

NOTA 1: A CROÁCIA recebeu 1 ponto de penalização.

A ITÁLIA e a CROÁCIA estão classificadas para a EuroCopa 2016. A NORUEGA deverá participar a uma repescagem.

Jogos da ITÁLIA

Roma, Terça-feira 13 de Outubro de 2015. ITÁLIA 2 X 1 NORUEGA

Marcadores: Tettey aos 23 pt, Florenzi aos 29 st e Pellé aos 37 st.

A seleção da Itália, que entrou em campo já classificada para a EuroCopa 2016, derrotou a seleção da Noruega com o placar de 2 a 1 e concluiu as eliminatórias invicta, no primeiro lugar da Chave H com 24 pontos (7 vitórias e 3 empates). A Croácia chegou em segundo lugar com 20 pontos. A Itália marcou 16 gols e tomou 7. O artilheiro foi Pellé com 3 gols.
A Itália foi surpreendida aos 23 minutos do primeiro tempo quando o norueguês Tettey marcou o gol do 0 a 1. A Itália foi para cima tentando pressionar o adversário, mas parava no paredão da defesa norueguês. A recompensa veio aos 29 minutos da etapa final, quando Florenzi aproveitou uma falha do zagueiro rival para empatar. Finalmente o gol da vitória italiana saiu aos 37 minutos com Graziano Pellé.

Escalação da Itália (3-5-2):
Buffon
Barzagli (Candreva), Bonucci, Chiellini
Darmian, Florenzi, Montolivo (Bertolacci), Soriano, De Sciglio
Pellé, Eder (Giovinco)


Baku, Sábado 10 de Outubro de 2015. AZERBAIJÃO 1 X 3 ITÁLIA

Marcadores: Eder aos 11 pt, Nazarov aos 31 pt, El Shaarawy aos 43 pt e Darmian aos 20 st.

A Itália garantiu neste sábado a classificação para a Eurocopa de 2016 ao vencer o Azerbaijão por 3 a 1 em Baku, nas margens do Mar Cáspio.
O brasileiro naturalizado italiano Éder mostrou que continua em grande fase na temporada. Artilheiro do Campeonato Italiano, ele abriu o placar aos 11 minutos do primeiro tempo após lançamento em profundidade de Verratti. O Azerbaijão ainda assustou a Azzurra chegando ao empate aos 31 minutos com Nazarov, após erro de Chiellini. Mas antes do fim do primeiro tempo a Itália voltou a ficar à frente do placar com um gol de El Shaarawy.
A Itália voltou mais ligada para a segunda etapa, com o objetivo de não ser surpreendida novamente pelo Azerbaijão. E deu certo. Os italianos dominaram a etapa complementar e tiveram oportunidades para ampliar. Aos 20 minutos, Darmian aproveitou bobeada da zaga, roubou a bola e chutou forte para marcar o gol do 3 a 1.

Escalação da Itália (4-4-2):
Buffon
Darmian, Bonucci, Chiellini, De Sciglio
Candreva (Montolivo), Verratti, Parolo, El Shaarawy (Florenzi)
Pellé, Eder (Giovinco)


Palermo, Domingo 6 de Setembro de 2015. ITÁLIA 1 X 0 BULGÁRIA

Marcador: De Rossi de pênalti aos 6 pt.

Neste domingo, a Itália sofreu mas venceu a Bulgária por 1 a 0 com gol logo no começo da partida, marcado por De Rossi em cobrança de pênalti. Com o resultado, os italianos mantêm a liderança do Grupo H com 18 pontos. Seguem a Noruega com 16 e a Croácia com 14.
Deve-se notar que esta foi a 150ª partida do goleiro Gianluigi Buffon com a camisa da seleção Italiana. Ele tinha defendido a Azzurra pela primeira vez em 19 de Outubro de 1997, com apenas 19 anos de idade, na partida Rússia 1 X 1 Itália.
A Itália marcou logo aos 6 minutos de jogo com um pênalti concedido porque Candreva foi derrubado na área. De Rossi foi para cobrança, bateu com estilo e marcou. Mas teve de bater de novo pois o árbitro russo Karasev apontou a invasão da área de dois jogadores italianos na hora da cobrança. De Rossi cobrou o pênalti novamente e colocou a Itália à frente no marcador.

Escalação da Itália (4-3-3):
Buffon
Darmian, Bonucci, Chiellini, De Sciglio
Verratti, De Rossi, Parolo
Candreva (Eder), Pellé (Zaza), EL Shaarawy (Florenzi)


Florença, Quinta-feira 3 de Setembro de 2015. ITÁLIA 1 X 0 MALTA

Marcador: Pellé aos 24 st.

Nesta quinta-feira, a seleção da Itália sofreu mas conseguiu derrotar Malta por 1 a 0, alcançando assim a liderança do Grupo H com 15 pontos. A Croácia segue com 14 pontos.
Os torcedores italianos que compareceram ao estádio Artemio Franchi, em Florença, esperavam uma goleada da Itália sobre a inexpressiva seleção de Malta, mas não foi assim.
No primeiro tempo a Azzurra foi muito superior, mas não conseguiu abrir o placar e foi para o vestiário frustrada. Aos 24 minutos do segundo tempo, a Itália passou em vantagem com um polémico gol de Graziano Pellé. Candreva cruzou da direita, o goleiro de Malta saiu mal do gol e Pellé empurrou para as redes com a mão. O juiz, apesar de estar perto do lance, não viu o toque de mão e convalidou.

Escalação da Itália (4-3-3):
Buffon
Darmian, Bonucci, Chiellini, Pasqual
Verratti (Soriano), Pirlo, Bertolacci (Parolo)
Gabbiadini (Candreva), Pellé, Eder


Split, Sexta-feira 12 de Junho de 2015. CROÁCIA 1 X 1 ITÁLIA

Marcadores: Mandzukic aos 11 pt e Candreva de pênalti aos 36 pt.

Na cidade de Split, diante das arquibancadas vazias do estádio, a Croácia e a Itália empataram novamente em 1 a 1 pelas eliminatórias da Eurocopa. A partida foi disputada com portões fechados devido a atos de racismo de torcedores croatas em jogos anteriores.
A partida foi muito movimentada no primeiro tempo. A primeira chance real de gol foi da Croácia: Astori derrubou Srna dentro da área e o juiz concedeu o pênalti. Porém a estrela de Buffon brilhou: ele defendeu a cobrança rasteira de Mandzukic.
Aos 10 minutos o milanista El Shaarawy marcou o gol da vantagem italiana, mas o juiz não convalidou porque o bandeirinha sinalizou um impedimento inexistente. Enquanto os italianos reclamavam, os croatas partiram em contra-ataque e fizeram o gol do 1 a 0 com Mandzukic.
A Itália mostrou uma grande força de reação e achou o empate ainda no primeiro tempo. Após Pirlo cobrar falta, a arbitragem viu um toque de mão de Mandzukic no miolo da defesa e concedeu um pênalti a favor da Itália. Com extrema categoria, Candreva optou pela cavadinha e bateu com sucesso o goleiro Subasic (1 a 1). No segundo tempo, ambas as seleções criaram poucas oportunidades e o resultado não mudou.

Escalação da Itália (4-3-3):
Buffon (Sirigu)
De Silvestri (De Sciglio), Bonucci, Astori, Darmian
Parolo, Pirlo, Marchisio
Candreva, Pellé, El Shaarawy (Ranocchia)


Sófia, Sábado 28 de Março de 2015. BULGÁRIA 2 X 2 ITÁLIA

Marcadores: Minev gol-contra aos 3 pt, Popov aos 11 pt, Micanski aos 17 pt e Éder aos 39 st.

O atacante brasileiro, naturalizado italiano, Éder teve muitos motivos para comemorar neste Sábado. Em sua estreia com a camisa da Itália, o jogador da Sampdoria fez o gol que garantiu o empate por 2 a 2 com a Bulgária, pelas eliminatórias da Eurocopa 2016.
Éder, ex-Criciúma, entrou aos 13 minutos do segundo tempo no lugar de Zaza, quando a Azzurra perdia de virada por 2 a 1. Já aos 39 minutos, ele recebeu passe perto da entrada da área, girou e bateu sem chances para o goleiro búlgaro.
A Itália tinha aberto o placar logo aos 3 minutos de partida com um gol-contra de Minev. Os búlgaros, porém, precisaram de apenas seis minutos para virar o marcador, primeiro com Popov, em bela jogada na entrada da área, aos 11 minutos, e depois com Micanski, de cabeça, após cruzamento de Milanov.
Com o empate, a Itália está na vice-liderança do grupo H com 11 pontos, dois atrás da Croácia. Deve-se notar que a Azzurra ostenta uma invencibilidade impressionante em eliminatórias tanto para o Mundial como para a EuroCopa: são 45 jogos sem derrota - a última aconteceu em 6 de Setembro de 2006 para a França fora de casa, 3 a 1.

Escalação da Itália (3-5-2):
Sirigu
Barzagli, Bonucci, Chiellini
Darmian, Candreva, Verratti, Bertolacci (Soriano), Antonelli (Gabbiadini)
Zaza (Éder), Immobile


Milão, Domingo 16 de Novembro de 2014. ITÁLIA 1 X 1 CROÁCIA

Marcadores: Candreva aos 11 pt e Perisic aos 15 pt.

A Itália tinha uma chance de ouro para assumir a liderança isolada do Grupo H, mas não conseguiu aproveitar. Apesar de abrir o placar, a Azzurra cedeu o empate por 1 a 1 à Croácia e os dois times continuam dividindo a liderança do Grupo, com 10 pontos.
O "culpado" de tudo isso foi o experiente goleiro Buffon. Em jornada infeliz, ele deixou passar por baixo de seu corpo o chute defensável de Perisic, aos 15 minutos do primeiro tempo, que deu o empate à Croácia. Quatro minutos antes, os italianos haviam aberto o placar com Candreva, em um belo chute de fora da área. A torcida, no entanto, nem teve tempo de comemorar, já que o castigo veio pouco depois.
A partida também foi marcada pelo péssimo comportamento da torcida croata, que arremessou uma série de sinalizadores em campo e fez a partida ser interrompida pelo árbitro durante dez minutos. Também a polícia precisou entrar em ação para acalmar os ânimos.

Escalação da Itália (3-5-2):
Buffon
Darmian, Ranocchia, Chiellini
De Sciglio, Candreva, De Rossi, Marchisio, Pasqual (Soriano)
Zaza (Pellé), Immobile (El Shaarawy)


Taqali, Segunda-feira 13 de Outubro de 2014. MALTA 0 X 1 ITÁLIA

Marcador: Pellé aos 23 pt.

O técnico Antonio Conte continua não convocando Balotelli. Para a partida contra Malta, no lugar do Super-Mario, ele convocou Graziano Pellé, 29 anos de idade, que joga na Inglaterra, no Southampton e a sua escolha foi feliz. De fato, Pellé estreou na seleção italiana com uma boa atuação e um gol que garantiu o 1 a 0 da Itália.
A vitória deixa a Itália com nove pontos na liderança do Grupo H, empatada com a Croácia. Os dois times disputarão entre si o primeiro lugar da chave até o fim do torneio.
Pellé marcou o gol que garantiu a vitória aos italianos aos 23 minutos do primeiro tempo, aproveitando sobra de bola após escanteio cobrado da esquerda. Ele só empurrou para o fundo das redes.
A seleção italiana certamente deixou o gramado insatisfeita com a magra vitória porque quatro minutos após a abertura do placar o atacante Mifsud, capitão de Malta, recebeu cartão vermelho por falta em Florenzi. Apesar de jogar em superioridade numérica, a Itália não conseguiu ampliar o placar.

Escalação da Itália (3-5-2):
Buffon
Darmian, Bonucci, Chiellini
Candreva, Florenzi (Aquilani), Verratti, Marchisio, Pasqual
Pellé (Ogbonna), Immobile (Giovinco)


Palermo, Sexta-feira 10 de Outubro de 2014. ITÁLIA 2 X 1 AZERBAIJÃO

Marcadores: Chiellini aos 43 pt, Chiellini gol-contra aos 31 st e Chiellini aos 37 st.

O zagueiro italiano Chiellini teve um dia que nunca esquecerá. Ele marcou os três gols, um deles contra, da vitória da Itália sobre o Azerbaijão, por 2 a 1, nesta sexta-feira, em Palermo, pela segunda rodada das eliminatórias para a Eurocopa de 2016.
A Itália teve total domínio da partida desde o início mas chegou ao gol somente aos 43 minutos: Pirlo cobrou escanteio, o goleiro saiu mal, e Chiellini cabeceou livre para abrir o marcador (1 a 0).
Com a vantagem, a Itália voltou do intervalo com uma postura mais agressiva, mas o Azerbaijão resolveu complicar a vida dos italianos e chegou ao empate aos 31 minutos em um lance confuso. Após cobrança de escanteio, Chiellini tentou cortar e mandou contra o próprio gol (1 a 1). Só que o zagueiro voltaria a ter um papel de herói seis minutos depois. Ele aproveitou cruzamento de Giovinco para, mais uma vez de cabeça, balançar as redes novamente: 2 a 1.

Escalação da Itália (3-5-2):
Buffon
Ranocchia, Bonucci, Chiellini
Darmian (Candreva), Florenzi (Giovinco), Pirlo (Aquilani), Marchisio, De Sciglio
Zaza, Immobile


Oslo, Terça-feira 9 de Setembro de 2014. NORUEGA 0 X 2 ITÁLIA

Marcadores: Zaza aos 16 pt e Bonucci aos 17 st.

O trabalho do técnico Antonio Conte à frente da seleção italiana iniciou bem e a “Azzurra” estreou com vitória na caminhada para a Eurocopa 2016 a ser disputada na França. Jogando fora de casa, em Oslo, os tetracampeões mundiais bateram a Noruega por 2 a 0, na primeira rodada do Grupo H das eliminatórias. Zaza e Bonucci marcaram.
Se o futebol ainda não é dos melhores, a Itália pelo menos fez uma atuação segura, diferente do que foi apresentado na Copa do Mundo, em junho, no Brasil. Sem suas principais estrelas - Pirlo (machucado) e Balotelli (por escolha técnica de Conte) - a “Azzurra” entrou em campo com uma equipe bastante renovada. Destaque para o atacante Simone Zaza, do Sassuolo. Além do gol, o jogador, de 23 anos, carimbou o travessão, quase fez um golaço por cobertura e infernizou a defesa norueguesa.

Escalação da Itália (3-5-2):
Buffon
Ranocchia, Bonucci, Astori
Darmian (Pasqual), Florenzi (Poli), De Rossi, Giaccherini, De Sciglio
Zaza (Destro), Immobile


para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

logotipo do Milan
Valid XHTML 1.1!   Valid CSS!