milan milan milan milan-brasil milan milan milan
para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

ELIMINATÓRIAS PARA A EUROCOPA 2008

50 times europeus, divididos em 7 grupos, participaram aos jogos de classificação para a EuroCopa 2008 que será disputada na Áustria e na Suíça em Junho de 2008.
A seleção da Itália estava no Grupo B junto com Escócia, França, Geórgia, Ilhas Faeroes, Lituânia e Ucrânia. A seguir são descritos os jogos do Grupo da Itália.

GRUPO B: Itália, Escócia, França, Geórgia, Ilhas Faeroes, Lituânia e Ucrânia

16 Agosto     2006:    Ilhas Faeroes  0 X 6  Geórgia

 2 Setembro   2006:    Geórgia        0 X 3  França
                       Escócia        6 X 0  Ilhas Faeroes
                       Itália         1 X 1  Lituânia

 6 Setembro   2006:    Ucrânia        3 X 2  Geórgia
                       Lituânia       1 X 2  Escócia
                       França         3 X 1  Itália

 7 Outubro    2006:    Ilhas Faeroes  0 X 1  Lituânia
                       Escócia        1 X 0  França
                       Itália         2 X 0  Ucrânia

11 Outubro    2006:    Ucrânia        2 X 0  Escócia
                       França         5 X 0  Ilhas Faeroes
                       Geórgia        1 X 3  Itália

24 Março      2007:    Escócia        2 X 1  Geórgia
                       Ilhas Faeroes  0 X 2  Ucrânia
                       Lituânia       0 X 1  França

28 Março      2007:    Ucrânia        1 X 0  Lituânia
                       Geórgia        3 X 1  Ilhas Faeroes
                       Itália         2 X 0  Escócia

 2 Junho      2007:    Lituânia       1 X 0  Geórgia
                       França         2 X 0  Ucrânia
                       Ilhas Faeroes  1 X 2  Itália

 6 Junho      2007:    França         1 X 0   Geórgia
                       Ilhas Faeroes  0 X 2  Escócia
                       Lituânia       0 X 2  Itália

 8 Setembro   2007:    Geórgia        1 X 1  Ucrânia
                       Escócia        3 X 1  Lituânia
                       Itália         0 X 0  França

12 Setembro   2007:    França         0 X 1  Escócia
                       Lituânia       2 X 1  Ilhas Faeroes
                       Ucrânia        1 X 2  Itália

13 Outubro    2007:    Escócia        3 X 1  Ucrânia
                       Ilhas Faeroes  0 X 6  França
                       Itália         2 X 0  Geórgia

17 Outubro    2007:    Geórgia        2 X 0  Escócia
                       Ucrânia        5 X 0  Ilhas Faeroes
                       França         2 X 0  Lituânia

17 Novembro   2007:    Lituânia       2 X 0  Ucrânia
                       Escócia        1 X 2  Itália

21 Novembro   2007:    Geórgia        0 X 2  Lituânia
                       Ucrânia        2 X 2  França
                       Itália         3 X 1  Ilhas Faeroes
CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO B
  Pontos Jogos Gols
ITÁLIA 29 12 22 - 9
FRANÇA 26 12 25 - 5
ESCÓCIA 24 12 21 - 12
UCRÂNIA 17 12 18 - 16
LITUÂNIA 16 12 11 - 13
GEÓRGIA 10 12 16 - 19
ILHAS FAEROES 0 12 4 - 43

A ITÁLIA e a FRANÇA se classificam para a Eurocopa de 2008.

Jogos da ITÁLIA

Modena, Quarta-feira 21 de Novembro de 2007. ITÁLIA  3 X 1  ILHAS FAEROES

Marcadores: Benjaminsen gol-contra aos 10 pt, Toni aos 36 pt, Chiellini aos 41 pt e Jacobsen aos 38 st.

Conforme já era esperado, a seleção da Itália derrotou, nesta Quarta-feira, as Ilhas Faeroes, pela última rodada do Grupo B das Eliminatórias da Eurocopa 2008. Os italianos entraram em campo já classificados e, em ritmo de treino, venceram por 3 a 1.
Logo no início, Oddo foi ao fundo pela direita e cruzou para a área. Benjaminsen fez contra. Lanterna do grupo sem ponto algum, a seleção das Ilhas Faeroes levou mais dois gols ainda no primeiro tempo. Luca Toni fez o segundo e Chiellini, com uma bomba de fora da área, fez o terceiro. No segundo tempo, a Itália baixou o ritmo e Jacobsen descontou para os visitantes.

Escalação da Itália (4-3-3):
Amelia
Oddo, Cannavaro (Bonera), Chiellini, Grosso
De Rossi, Ambrosini (Quagliarella), Perrotta
Iaquinta, Palladino, Toni (Gilardino)


Glasgow, Sábado 17 de Novembro de 2007. ESCÓCIA  1 X 2  ITÁLIA

Marcadores: Toni aos 2 pt, Ferguson aos 20 st e Panucci aos 46 st.

A Itália está matematicamente classificada para a Eurocopa de 2008, ao vencer a Escócia, neste Sábado, por 2 a 1, no Estádio Hampden Park de Glasgow. Graças a esta vitória da Itália, também a França está garantida na competição em 2008, que será disputada na Áustria e na Suíça. A Escócia está eliminada.
A seleção italiana abriu o placar logo aos 2 minutos de jogo: Di Natale recebeu na esquerda e cruzou rasteiro para a área onde Luca Toni se antecipou à zaga escocesa e colocou no ângulo direito, sem chance de defesa para o goleiro Gordon (0 a 1).
Os escoceses chegaram ao empate aos 20 minutos do segundo tempo: McFadden chutou e Buffon fez excelente defesa, mas o rebote ficou com Ferguson, que só tocou para a rede (1 a 1).
Nos acréscimos,  Pirlo cobrou falta da direita e o lateral Panucci marcou, de cabeça, o gol da vitória e da classificação (1 a 2).

Escalação da Itália (4-3-3):
Buffon
Panucci, Cannavaro, Barzagli, Zambrotta
Gattuso (De Rossi), Pirlo, Ambrosini
Camoranesi (Chiellini), Toni, Di Natale (Iaquinta)


Genova, Sábado 13 de Outubro de 2007. ITÁLIA  2 X 0  GEÓRGIA

Marcadores: Pirlo aos 44 pt e Grosso aos 39 st.

Os italianos dominaram toda a partida e criaram inúmeras chances, especialmente com o atacante Toni que acertou a trave aos 36 minutos do primeiro tempo. No entanto, tinham dificuldades para passar pela marcação da Geórgia.
A seleção italiana conseguiu passar em vantagem somente no fim do primeiro tempo, em falta cobrada por Pirlo que o goleiro georgiano aceitou. A “Azzurra” definiu a vitória aos 39 minutos do segundo tempo com um belo gol do lateral-esquerdo Grosso, após passe de Toni.

Escalação da Itália (4-3-3):
Buffon
Oddo, Barzagli, Panucci, Grosso
Gattuso, Pirlo, Ambrosini (Mauri)
Quagliarella (Foggia), Toni, Di Natale


Kiev, Quarta-feira 12 de Setembro de 2007. UCRÂNIA  1 X 2  ITÁLIA

Marcadores: Di Natale aos 40 pt, Shevchenko aos 27 st e Di Natale aos 32 st.

A seleção da Itália derrotou a Ucrânia em Kiev com o placar de 2 a 1 e alcançou o segundo lugar no Grupo B: Escócia 21 pontos, Itália 20, França 19. Os dois gols italianos foram marcados por Di Natale e ambos graças a assistências de jogadores do Milan.
A Itália passou em vantagem aos 41 minutos do primeiro tempo: Pirlo cruzou da esquerda para o fácil cabeceio de Di Natale, que antecipou a defesa e marcou o primeiro gol.
Após o temporário empate do ex-milanista Shevchenko, a seleção italiana passou novamente em vantagem em ação de contra-ataque, aos 32 minutos do segundo tempo: Ambrosini roubou a bola a um adversário no meio de campo e lançou perfeitamente Di Natale que recebeu sozinho, avançou contra o goleiro e marcou seu segundo gol.

Escalação da Itália (4-2-3-1):
Buffon
Panucci, Cannavaro, Barzagli, Zambrotta
Pirlo, Ambrosini
Camoranesi (Oddo), Perrotta (Aquilani), Di Natale
Iaquinta (Quagliarella)


Milão, Sábado 8 de Setembro de 2007. ITÁLIA  0 X 0  FRANÇA

Em um jogo de péssimo nível técnico, Itália e França não passaram de um chato 0 a 0, neste Sábado, no Estádio San Siro, em Milão, na reedição da final da última Copa do Mundo, que foi vencida pela "Azzurra" nos pênaltis, após empate de 1 a 1 no tempo normal.
Com este resultado, a França continua na liderança do Grupo B com 19 pontos, um a mais que a Escócia. Já a seleção da Itália está em 3º lugar com 17 pontos. Vale lembrar que, em cada grupo, apenas dois times se classificam para a competição que será realizada, em conjunto, na Áustria e na Suíça.
Apesar de toda a expectativa, a partida entre Itália e França não teve muitos momentos de emoção. Poucas oportunidades foram criadas. O jogo foi marcado por divididas, carrinhos e muita disposição. Mas nada de inspiração.

Escalação da Itália (4-1-4-1):
Buffon
Oddo, Cannavaro, Barzagli, Zambrotta
Pirlo
Camoranesi (Perrotta), Gattuso, De Rossi, Del Piero (Di Natale)
Inzaghi (Lucarelli)


Kaunas, Quarta-feira 6 de Junho de 2007. LITUÂNIA  0 X 2  ITÁLIA

Marcadores: Quagliarella aos 31 e aos 46 pt.

Dois gols do meia Quagliarella dão à Itália uma importante vitória nesta Quarta-feira, pelo Grupo B das eliminatórias da Eurocopa 2008. A “Azzurra” vem a Kaunas e bate a Lituânia por 2 a 0, resultado que a mantém no segundo lugar do grupo (França 18 pontos, Itália 16 pontos).
A Itália constrói seu triunfo no primeiro tempo. O time não está muito inspirado, mas conta com a pontaria de Quagliarella, jogador do Sampdoria, que abre o placar aos 31 minutos, com belo chute de esquerda de fora da área. A bola entra no canto direito do goleiro.
Antes do intervalo, o meia amplia com outro belo chute de longe. Desta vez chuta de direita e acerta o ângulo do gol lituano, um golaço. Em vantagem no placar, a seleção italiana apenas administra o resultado na segunda etapa.

Escalação da Itália (4-1-4-1):
Buffon
Oddo, Cannavaro, Materazzi, Zambrotta
Pirlo
Quagliarella, De Rossi (Gattuso), Perrotta (Ambrosini), Di Natale (Del Piero)
Inzaghi


Torshavn, Sábado 2 de Junho de 2007. ILHAS FAEROES  1 X 2  ITÁLIA

Marcadores: Inzaghi aos 13 pt e aos 3 st, Rogvi Jacobsen aos 32 st.

O milanista Filippo Inzaghi, após ter marcado dois gols na Final da Champions League, marca mais dois no jogo deste Sábado contra as Ilhas Faeroes e é o destaque na vitória da Itália por 2 a 1.
Diante de um time basicamente amador, formado, entre outros, por um professor, um eletricista, um vendedor, um padeiro e até um policial, a expectativa é por uma goleada italiana. Mas no final da partida a Azzurra leva um sufoco e quase sofre o empate.
Logo aos 13 minutos do primeiro tempo, Inzaghi recebe um lançamento de Pirlo, gira em cima do zagueiro dentro da área e toca na saída do goleiro Mikkelsen para abrir o placar. Tudo indica que este é o primeiro gol de uma goleada sobre um adversário que até agora sofreu 23 gols e marcou apenas um. Porém, o time das Ilhas Faeroes consegue segurar os italianos, que quase não ameaçam o goleiro Mikkelsen nos primeiros 45 minutos.
A Itália volta melhor para o segundo tempo e aos 3 minutos Inzaghi marca o gol do 2 a 0 ao completar de cabeça um cruzamento de Rocchi.
Apesar de não conseguir mais balançar as redes, a Itália administra bem a vantagem de dois gols. Porém, aos 32 minutos, Rogvi Jacobsen marca para o time da casa, que parte para cima em busca do empate. Cabe ao goleiro Buffon fazer uma defesa milagrosa aos 45 minutos, evitando assim à atual campeã mundial um vexame histórico.

Escalação da Itália (4-2-3-1):
Buffon
Oddo, Cannavaro, Materazzi (Barzagli), Tonetto
Gattuso, Pirlo
Diana, Rocchi (Quagliarella), Del Piero
Inzaghi (Lucarelli)


Bari, Quarta Feira 28 de Março de 2007. ITÁLIA  2 X 0  ESCÓCIA

Marcadores: Toni aos 12 pt e aos 25 st.

A seleção da Itália derrota a Escócia por 2 a 0, em Bari, com grande atuação do atacante Toni, e permanece viva na luta por uma vaga para a Eurocopa de 2008.
O jogador da Fiorentina aproveita um começo de jogo arrasador da Azzurra, abrindo o marcador aos 12 minutos, de cabeça, após uma cobrança de falta do milanista Oddo. Com a vantagem no marcador, a Itália passa a impor uma forte marcação no meio campo, com destaque para o incansável Gattuso e para o jovem De Rossi.
A estrela de Toni volta a brilhar aos 30 minutos do segundo tempo quando ele aproveita uma bola cruzada pelo meia Camoranesi para marcar o segundo gol italiano.

Escalação da Itália (4-2-3-1):
Buffon
Oddo, Cannavaro, Materazzi, Zambrotta
Gattuso, De Rossi
Camoranesi, Perrotta (Pirlo), Di Natale (Del Piero)
Toni (Quagliarella)


Tbilisi, Quarta Feira 11 de Outubro de 2006. GEÓRGIA  1 X 3  ITÁLIA

Marcadores: De Rossi aos 17 pt, Shashiasvili aos 25 pt, Camoranesi aos 16 st e Perrotta aos 26 st.

A seleção italiana obtém contra a Geórgia a vitória que lhe servia para recuperar credibilidade após o início não feliz nestas Eliminatórias (empate com a Lituânia e derrota com a França).
O primeiro gol da Itália sai logo aos 17 minutos do primeiro tempo, quando o meia De Rossi avança pelo centro e arrisca o chute de longa distância. O forte disparo do italiano engana o goleiro georgiano Lomaia, passando-lhe por baixo, cúmplice também o terreno não uniforme. Mas, apenas oito minutos depois, a Geórgia chega ao gol de empate com Shashiasvili, que acerta um forte chute cruzado de perna esquerda, sem chances para o goleiro Buffon.
No segundo tempo, a Geórgia perde Kankava, expulso por receber o segundo cartão amarelo ao atingir Pirlo de forma violenta. Imediatamente, a Azzurra chega ao segundo gol com Camoranesi que desvia de cabeça um cruzamento de Di Natale, colocando os visitantes novamente em vantagem. Agora o jogo se torna mais tranqüilo para a Itália que chega ao terceiro gol com Perrotta.

Escalação da Itália (4-2-3-1):
Buffon
Oddo, Nesta, Cannavaro (Materazzi), Zambrotta
Pirlo (Mauri), De Rossi
Camoranesi (Iaquinta), Perrotta, Di Natale
Toni


Roma, Sábado 7 de Outubro de 2006. ITÁLIA  2 X 0  UCRÂNIA

Marcadores: Oddo de pênalti aos 25 st e Toni aos 34 st.

Após dois resultados ruins obtidos no início das eliminatórias para a Eurocopa de 2008 - um empate com a Lituânia e uma derrota para a França - a Itália, campeã mundial, vence a Ucrânia por 2 a 0 neste Sábado, pelo Grupo B, em partida realizada no Estádio Olímpico de Roma.
O lateral Oddo, que atua pela Lazio, abre o placar para a Itália aos 25 minutos da segunda etapa ao cobrar um pênalti sofrido pelo atacante Toni, da Fiorentina. Depois do primeiro gol, a Ucrânia, que não conta com o seu principal jogador, o atacante Shevchenko, poupado por estar com febre, cede mais espaços e a Itália faz o segundo gol aos 34 minutos com Toni que recebe longo passe de Di Natale.

Escalação da Itália (4-3-3):
Buffon
Oddo, Cannavaro, Materazzi, Zambrotta
Gattuso, Pirlo, De Rossi
Iaquinta (Camoranesi), Toni (Inzaghi), Del Piero (Di Natale)


Paris, Quarta Feira 6 de Setembro de 2006. FRANÇA  3 X 1  ITÁLIA

Marcadores: Govou aos 2 pt, Henry aos 17 pt, Gilardino aos 20 pt e Govou aos 10 st.

A França, derrotada nos pênaltis na final do Mundial da Alemanha, consegue uma vitória com gosto de revanche ao bater a Itália por 3 a 1, nesta Quarta-feira, em Paris, pelo grupo B das eliminatórias para a Eurocopa 2008. A Itália entra em campo de luto, com uma tarja preta em homenagem a Giacinto Facchetti, ex-lateral da seleção da Itália, que faleceu nesta Segunda-feira aos 64 anos.
A França mostra mais entrosamento e qualidade técnica e abre o placar logo aos 2 minutos: Gallas é lançado pela esquerda em posição de impedimento (não visto pelo bandeirinha) e cruza. A bola passa pela zaga e encontra Govou, que pega de primeira e marca um belo gol. Os franceses continuam dominando a partida e logo chegam ao segundo gol. Aos 17 minutos, Malouda chuta com violência de fora da área e Buffon espalma. Henry pega o rebote e bate cruzado; a bola desvia em Cannavaro e engana o goleiro campeão do mundo, que nada pode fazer, a não ser buscar a bola no fundo das redes.
A Itália não se abala com o segundo gol e desconta apenas três minutos mais tarde. Pirlo bate falta na área da França e Gilardino sobe mais que a zaga e manda de cabeça para o gol. No segundo tempo o jogo continua com ritmo forte e a França amplia a vantagem aos 10 minutos. Após cruzamento pela direita, Govou divide de cabeça com Cannavaro, leva a melhor e decreta a vitória francesa.

Escalação da Itália (4-4-1-1):
Buffon
Zambrotta, Cannavaro, Barzagli, Grosso
Semioli (Di Michele), Gattuso, Pirlo, Perrotta
Cassano (Inzaghi)
Gilardino (De Rossi)


Nápoles, Sábado 2 de Setembro de 2006. ITÁLIA  1 X 1  LITUÂNIA

Marcadores: Danilevicius aos 21 pt e Inzaghi aos 30 pt.

A seleção da Itália faz neste Sábado, na cidade de Nápoles, contra a Lituânia, o primeiro jogo para a Eurocopa 2008 que será disputada na Suíça e na Áustria. Os italianos estréiam a quarta estrela na camisa e, pela primeira vez, são treinados pelo ex-milanista Roberto Donadoni.
Os tetracampeões mundiais esbarram na forte marcação do time do leste europeu e, aos 21 minutos do primeiro tempo, Danilevicius surpreende os italianos e abre o placar.
A vergonha da Itália é dissipada por Cassano que retorna à seleção nacional depois de 15 meses de ausência. Ele consegue um momento mágico aos 30 minutos do primeiro tempo quando, gingando para direita e esquerda, desestabiliza seus marcadores antes de cruzar baixo para Inzaghi, que chuta para empatar o jogo.
No segundo tempo, o técnico Donadoni tenta alterações para deixar seu time mais ofensivo, mas não consegue superar a retranca adversária e o jogo termina empatado em 1 a 1.

Escalação da Itália (4-4-2):
Buffon
Oddo, Cannavaro, Barzagli, Grosso
Gattuso, Pirlo, De Rossi (Marchionni), Perrotta (Gilardino)
Inzaghi (Di Michele), Cassano


para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

logotipo do Milan
Valid XHTML 1.1!   Valid CSS!