milan milan milan milan-brasil milan milan milan
para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

ELIMINATÓRIAS PARA A EUROCOPA 2004

50 times europeus, divididos em 10 grupos de 5 times cada um, participaram às eliminatórias para a EuroCopa 2004 que será disputada em Portugal de 12 de Junho até 4 de Julho de 2004.
A seleção da Itália estava no Grupo 9 junto com a Iugoslávia, a Finlândia, o País de Gales e o Azerbaijão.
A seguir são descritos os jogos do Grupo da Itália.

GRUPO 9: Itália, Iugoslávia, Finlândia, País de Gales e Azerbaijão

 7 Setembro   2002:    Azerbaijão     0 X 2  Itália
                       Finlândia      0 X 2  País de Gales

12 Outubro    2002:    Finlândia      3 X 0  Azerbaijão
                       Itália         1 X 1  Iugoslávia

16 Outubro    2002:    Iugoslávia     2 X 0  Finlândia
                       País de Gales  2 X 1  Itália

20 Novembro   2002:    Azerbaijão     0 X 2  País de Gales

12 Fevereiro  2003:    Iugoslávia     2 X 2  Azerbaijão

29 Março      2003:    Itália         2 X 0  Finlândia
                       País de Gales  4 X 0  Azerbaijão

 7 Junho      2003:    Finlândia      3 X 0  Iugoslávia

11 Junho      2003:    Finlândia      0 X 2  Itália
                       Azerbaijão     2 X 1  Iugoslávia

20 Agosto     2003:    Iugoslávia     1 X 0  País de Gales

 6 Setembro   2003:    Azerbaijão     1 X 2  Finlândia
                       Itália         4 X 0  País de Gales

10 Setembro   2003:    Iugoslávia     1 X 1  Itália
                       País de Gales  1 X 1  Finlândia

11 Outubro    2003:    País de Gales  2 X 3  Iugoslávia
                       Itália         4 X 0  Azerbaijão
CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO 9
  Pontos Jogos Gols
ITÁLIA 17 8 17 - 4
PAÍS DE GALES 13 8 13 - 10
IUGOSLÁVIA 12 8 11 - 11
FINLÂNDIA 10 8 9 - 10
AZERBAIJÃO 4 8 5 - 20

A ITÁLIA está classificada para a Eurocopa 2004. O PAÍS DE GALES deverá participar de uma repescagem.

Jogos da ITÁLIA

Reggio Calabria, Sábado 11 de Outubro de 2003. ITÁLIA  4 X 0  AZERBAIJÃO

Marcadores: Vieri aos 16 pt, Inzaghi aos 24 pt, Di Vaio aos 20 st e Inzaghi aos 43 st

A seleção da Itália joga em Reggio Calabria, contra o Azerbaijão, o oitavo e último jogo das eliminatórias para a Eurocopa 2004 e ganha facilmente com o placar de 4 a 0 com dois gols no primeiro tempo (Vieri e Inzaghi) e dois gols no segundo tempo (Di Vaio e novamente Inzaghi).
A Itália conclui as eliminatórias no primeiro lugar do Grupo 9 com 17 pontos (5 vitórias, 2 empates e uma derrota) e garante a participação nas finais da Eurocopa 2004 a ser disputada em Portugal no próximo mês de Junho.

Escalação da Itália (4-3-1-2):
Buffon
Oddo, Nesta (Ferrari), Cannavaro, Zambrotta
Camoranesi (Gattuso), Cristiano Zanetti, Perrotta
Totti
Vieri (Di Vaio), Inzaghi


Belgrado, Quarta Feira 10 de Setembro de 2003. IUGOSLÁVIA  1 X 1  ITÁLIA

Marcadores: Inzaghi aos 22 pt e Ilic aos 36 st

A seleção italiana joga em Belgrado a penúltima rodada para as eliminatórias da Eurocopa. O adversário é a Iugoslávia, agora mais conhecida como "Sérvia e Montenegro". O jogo é duro, asfixiante, com muitos perigos para o goleiro Buffon e o resultado final de 1 a 1 não descreve bem o que acontece durante os noventa minutos.
A Itália joga a maior parte do tempo recuada na própria área, sofrendo a pressão iugoslava, mas por sua sorte o ótimo Inzaghi consegue fazer o gol do 0 a 1 aos 22 minutos do primeiro tempo. Os iugoslavos empatam merecidamente aos 36 minutos do segundo tempo com Ilic em ação de escanteio.
Por sorte da Itália no outro jogo o País de Gales não vai além de um empate com a Finlândia e a Itália continua assim na primeira posição na chave 9 (Itália 14, Pais de Gales 13) e lhe será suficiente derrotar o Azerbaijão no próximo jogo para garantir a classificação para a fase final da Eurocopa.

Escalação da Itália (4-4-2):
Buffon
Panucci, Nesta, Cannavaro, Zambrotta
Camoranesi (Gattuso), Perrotta, Tacchinardi, Del Piero
Vieri (Corradi), Inzaghi (Fiore)


Milão, Sabádo 6 de Setembro de 2003. ITÁLIA  4 X 0  PAÍS DE GALES

Marcadores: Inzaghi aos 14 st, aos 18 st e aos 25 st e Del Piero aos 31 st

A seleção italiana de Giovanni Trapattoni joga em San Siro, contra o País de Gales, com a obrigação de ganhar os três pontos e alcançar a liderança da chave numero 9.
Mas até o décimo minuto do segundo tempo os italianos não têm conseguido passar em vantagem apesar de ter acertado por bem três vezes os postes com Del Piero, Perrotta e Zanetti.
Aos 14 minutos do segundo tempo é a vez de Vieri acertar, de cabeça, o travessão do gol defendido pelo goleiro galês Jones. Mas desta vez o milanista Inzaghi se faz encontrar na posição certa no momento certo e rebate a bola no gol fazendo Itália 1 x 0 País de Gales.
Nos dez minutos seguintes Inzaghi cumpre mais duas proezas (após assistência de Zanetti aos 18 minutos e de Camoranesi aos 25 minutos) fazendo Itália 3 X 0 País de Galles. O quarto e último gol é marcado por Del Piero cobrando pênalti.

Escalação da Itália (4-4-2):
Buffon
Panucci (Oddo), Nesta, Cannavaro, Zambrotta
Camoranesi, Perrotta (Fiore), Zanetti, Del Piero
Vieri, Inzaghi (Gattuso)


Helsinque, Quarta Feira 11 de Junho de 2003. FINLÂNDIA  0 X 2  ITÁLIA

Marcadores: Totti aos 32 pt e Del Piero aos 28 st

O treinador Giovanni Trapattoni continua utilizando o esquema 4-2-3-1 que prevê três jogadores muitos técnicos (Fiore, Totti e Del Piero) atrás de um único atacante (Corradi) e este esquema tático está fornecendo bons resultados. De fato a seleção da Itália derrota facilmente a da Finlândia, em Helsinque, com o placar de 2 a 0.
O primeiro gol é marcado por Totti no primeiro tempo após assistência de Panucci e o segundo por Del Piero quando faltam pouco mais do que 15 minutos para acabar o jogo.

Escalação da Itália (4-2-3-1):
Buffon
Panucci, Nesta, Cannavaro (Legrottaglie), Zambrotta
Perrotta, Zanetti
Fiore (Oddo), Totti, Del Piero
Corradi (Delvecchio)


Palermo, Sábado 29 de Março de 2003. ITÁLIA  2 X 0  FINLÂNDIA

Marcadores: Vieri aos 5 pt e aos 23 pt

Totti e Vieri estão em grande forma, os 9 companheiros de equipe jogam de maneira brilhante, o adversário é fraco e o estádio "La Favorita" de Palermo é lotado de pessoas festivas. Tudo isto facilita a vitória da seleção da Itália sobre a seleção da Finlândia com o placar de 2 a 0.
Ambos os gols são marcados pelo interista Vieri e ambos nascem de assistências do romanista Totti, aos 5 e aos 23 minutos do primeiro tempo.

Escalação da Itália (4-2-3-1):
Buffon
Panucci, Nesta, Cannavaro, Zambrotta
Perrotta, Zanetti
Camoranesi, Totti (Miccoli), Delvecchio (Birindelli)
Vieri (Corradi)


Cardiff, País de Gales, Quarta Feira 16 de Outubro de 2002. PAÍS DE GALES  2 X 1  ITÁLIA

Marcadores: Davies aos 12 pt, Del Piero aos 32 pt e Bellamy aos 26 st

A seleção da Itália é derrotada em Cardiff pelo País de Gales com o placar de 2 a 1 e risca de não se classificar para a fase final da Eurocopa 2004 em Portugal. Também o treinador Giovanni Trapattoni risca de ser demitido e os prováveis sucessores são Zoff, Gentile, Lippi, Capello e .... Felipe Scolari.
O País de Gales começa atacando e aos 12 minutos do primeiro tempo passa em vantagem com Davies que recebe a bola do companheiro Bellamy. O gol acorda a Itália que guiada por Cannavaro e Pirlo reage e chega ao empate aos 32 minutos com Del Piero cobrando falta.
Infelizmente no segundo tempo a Itália volta a jogar mal e o País de Gales faz o gol da vitória aos 26 minutos com Bellamy em ação de contra-ataque, paradoxalmente em um dos raros momentos de supremacia da Itália.

Escalação da Itália (4-4-2):
Buffon
Panucci, Nesta, Cannavaro, Zauri
Tommasi, Di Biagio (Gattuso e depois Marazzina), Pirlo, Ambrosini
Del Piero, Montella (Macccarone)


Nápoles, Sábado 12 de Outubro de 2002. ITÁLIA  1 X 1  IUGOSLÁVIA

Marcadores: Mijatovic aos 28 pt e Del Piero aos 39 pt

O ex-jogador do Milan da primeira metade dos anos noventa, Dejan Savicevic, agora treinador da seleção iugoslava, apresenta um time bem organizado no jogo em Nápoles contra a seleção italiana.
Aos 28 minutos do primeiro tempo Nesta faz um grave erro defensivo que permite a Mijatovic de fazer o gol do 0 a 1. Felizmente a desvantagem da Itália dura somente 11 minutos por que aos 39 minutos Del Piero empata (1 a 1) cobrando falta. No segundo tempo o resultado não muda.
A impressão recebida é que a seleção italiana parece estar ainda sob choque pela eliminação na Copa do Mundo na Coréia do Sul e no Japão.

Escalação da Itália (4-3-1-2):
Buffon
Panucci, Nesta, Cannavaro, Zauri (Oddo)
Tommasi, Pirlo (Ambrosini), Gattuso
Doni, (Montella)
Inzaghi, Del Piero


Baku, Azerbaijão, Sábado 7 de Setembro de 2002. AZERBAIJÃO  0 X 2  ITÁLIA

Marcadores: gol contra de Ahmadov aos 33 pt e Del Piero aos 20 st

A seleção da Itália, ainda sob choque pela eliminação na Copa do Mundo, disputa o primeiro jogo das eliminatórias para a EuroCopa 2004. O jogo é em Baku, nas margens do Mar Cáspio, contra o Azerbaijão.
Os jogadores treinados por Giovanni Trapattoni jogam o suficiente para derrotar a seleção do Azerbaijão com o placar de 2 a 0 e ganhar os primeiros três pontos. O primeiro gol acontece aos 33 minutos do primeiro tempo quando Tommasi rouba a bola a Agayev e cruza para Inzaghi no centro da área do Azerbaijão. Ahmadov, na tentativa de evitar que a bola chegue a Inzaghi, faz gol-contra. O segundo gol da Itália chega aos 20 minutos do segundo tempo com Del Piero que cobra uma falta de maneira perfeita.
Deve-se notar que no segundo tempo o milanista Pirlo faz a sua estréia na seleção italiana.

Escalação da Itália (4-3-1-2):
Buffon
Panucci, Nesta, Cannavaro, Coco
Gattuso, Di Biagio (Ambrosini), Tommasi
Del Piero
Inzaghi (Pirlo), Vieri (Montella)


para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

logotipo do Milan
Valid XHTML 1.1!   Valid CSS!