milan milan milan milan-brasil milan milan milan
para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

CHAMPIONS LEAGUE 2005-2006

FINAL (BARCELONA Campeão)

17 Maio 2006, Paris, França: BARCELONA  2 X 1  ARSENAL

O BARCELONA ganha a Champions League 2005/06.

Semifinais

JOGOS DE IDA:

18 Abril      2006:  Milan              0 X 1   Barcelona

19 Abril      2006:  Arsenal            1 X 0   Villarreal

JOGOS DE VOLTA:

25 Abril      2006:  Villarreal         0 X 0   Arsenal

26 Abril      2006:  Barcelona          0 X 0   Milan

BARCELONA e ARSENAL se classificam para a Final.

Quartas de Final

JOGOS DE IDA:

28 Março      2006:  Benfica            0 X 0   Barcelona
                     Arsenal            2 X 0   Juventus

29 Março      2006:  Lyon               0 X 0   Milan
                     Inter              2 X 1   Villarreal

JOGOS DE VOLTA:

 4 Abril      2006:  Milan              3 X 1   Lyon
                     Villarreal         1 X 0   Inter

 5 Abril      2006:  Barcelona          2 X 0   Benfica
                     Juventus           0 X 0   Arsenal

MILAN, BARCELONA, ARSENAL e VILLARREAL se classificam para as Semifinais.

Oitavas de Final

JOGOS DE IDA:

21 Fevereiro  2006:  Bayern Munique      1 X 1    MILAN
                     Benfica             1 X 0    Liverpool
                     PSV Eindhoven       0 X 1    Lyon
                     Real Madrid         0 X 1    Arsenal

22 Fevereiro  2006:  Ajax                2 X 2    Inter
                     Chelsea             1 X 2    Barcelona
                     Rangers Glasgow     2 X 2    Villarreal
                     Werder Bremen       3 X 2    Juventus

JOGOS DE VOLTA:

 7 Março      2006:  Barcelona           1 X 1    Chelsea
                     Villarreal          1 X 1    Rangers Glasgow
                     Juventus            2 X 1    Werder Bremen

 8 Março      2006:  MILAN               4 X 1    Bayern Munique
                     Liverpool           0 X 2    Benfica
                     Lyon                4 X 0    PSV Eindhoven
                     Arsenal             0 X 0    Real Madrid

14 Março      2006:  Inter               1 X 0    Ajax

MILAN, JUVENTUS, INTER, BARCELONA, VILLARREAL, ARSENAL, BENFICA e LYON se classificam para as Quartas de Final.

1a Fase

1a Fase - CHAVE A - Bayern de Munique (Alemanha), Juventus (Itália), Bruges (Bélgica) e Rapid Viena (Áustria)

14 Setembro 2005:  Bruges               1 X 2  Juventus                  
                   Rapid Viena          0 X 1  Bayern Munique

27 Setembro 2005:  Bayern Munique       1 X 0  Bruges
                   Juventus             3 X 0  Rapid Viena
 
18 Outubro  2005:  Rapid Viena          0 X 1  Bruges
                   Bayern Munique       2 X 1  Juventus

 2 Novembro 2005:  Bruges               3 X 2  Rapid Viena
                   Juventus             2 X 1  Bayern Munique

22 Novembro 2005:  Bayern Munique       4 X 0  Rapid Viena
                   Juventus             1 X 0  Bruges

 7 Dezembro 2005:  Bruges               1 X 1  Bayern Munique
                   Rapid Viena          1 X 3  Juventus
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
JUVENTUS 15 12 - 5
BAYERN MUNIQUE 13 10 - 4
BRUGES 7 6 - 7
RAPID VIENA 0 3 - 15

A JUVENTUS e o BAYERN MUNIQUE se classificam para as Oitavas de Final.


1a Fase - CHAVE B - Arsenal (Inglaterra), Ajax (Holanda), Sparta Praga (República Tcheca) e Thun (Suíça)

14 Setembro 2005:  Arsenal              2 X 1  Thun                  
                   Sparta Praga         1 X 1  Ajax

27 Setembro 2005:  Ajax                 1 X 2  Arsenal
                   Thun                 1 X 0  Sparta Praga
 
18 Outubro  2005:  Sparta Praga         0 X 2  Arsenal
                   Ajax                 2 X 0  Thun

 2 Novembro 2005:  Arsenal              3 X 0  Sparta Praga
                   Thun                 2 X 4  Ajax

22 Novembro 2005:  Ajax                 2 X 1  Sparta Praga
                   Thun                 0 X 1  Arsenal

 7 Dezembro 2005:  Arsenal              0 X 0  Ajax
                   Sparta Praga         0 X 0  Thun
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
ARSENAL 16 10 - 2
AJAX 11 10 - 6
THUN 4 4 - 9
SPARTA PRAGA 1 2 - 9

O ARSENAL e o AJAX se classificam para as Oitavas de Final.


1a Fase - CHAVE C - Barcelona (Espanha), Udinese (Itália), Panathinaikos (Grécia) e Werder Bremen (Alemanha)

14 Setembro 2005:  Werder Bremen        0 X 2  Barcelona                  
                   Udinese              3 X 0  Panathinaikos

27 Setembro 2005:  Panathinaikos        2 X 1  Werder Bremen
                   Barcelona            4 X 1  Udinese
 
18 Outubro  2005:  Udinese              1 X 1  Werder Bremen
                   Panathinaikos        0 X 0  Barcelona

 2 Novembro 2005:  Werder Bremen        4 X 3  Udinese
                   Barcelona            5 X 0  Panathinaikos

22 Novembro 2005:  Panathinaikos        1 X 2  Udinese
                   Barcelona            3 X 1  Werder Bremen

 7 Dezembro 2005:  Werder Bremen        5 X 1  Panathinaikos
                   Udinese              0 X 2  Barcelona
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
BARCELONA 16 16 - 2
WERDER BREMEN 7 12 - 12
UDINESE 7 10 - 12
PANATHINAIKOS 4 4 - 16

O BARCELONA e o WERDER BREMEN se classificam para as Oitavas de Final.

O Werder Bremen elimina a Udinese por ter feito mais pontos nos confrontos diretos (Werder Brema 4 pontos, Udinese 1 ponto.)


1a Fase - CHAVE D - Manchester United (Inglaterra), Villarreal (Espanha), Lille (França) e Benfica (Portugal)

14 Setembro 2005:  Benfica              1 X 0  Lille                  
                   Villarreal           0 X 0  Manchester United

27 Setembro 2005:  Manchester United    2 X 1  Benfica
                   Lille                0 X 0  Villarreal
 
18 Outubro  2005:  Villarreal           1 X 1  Benfica
                   Manchester United    0 X 0  Lille

 2 Novembro 2005:  Benfica              0 X 1  Villarreal
                   Lille                1 X 0  Manchester United

22 Novembro 2005:  Manchester United    0 X 0  Villarreal
                   Lille                0 X 0  Benfica

 7 Dezembro 2005:  Benfica              2 X 1  Manchester United
                   Villarreal           1 X 0  Lille
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
VILLARREAL 10 3 - 1
BENFICA 8 5 - 5
MANCHESTER UNITED 6 3 - 4
LILLE 6 1 - 2

O VILLAREAL e o BENFICA se classificam para as Oitavas de Final.


1a Fase - CHAVE E - Milan (Itália), PSV Eindhoven (Holanda), Schalke 04 (Alemanha) e Fenerbahce (Turquia)

13 Setembro 2005:  PSV Eindhoven        1 X 0  Schalke 04                 
                   Milan                3 X 1  Fenerbahce

28 Setembro 2005:  Fenerbahce           3 X 0  PSV Eindhoven
                   Schalke 04           2 X 2  Milan
 
19 Outubro  2005:  Milan                0 X 0  PSV Eindhoven
                   Fenerbahce           3 X 3  Schalke 04

 1 Novembro 2005:  PSV Eindhoven        1 X 0  Milan
                   Schalke 04           2 X 0  Fenerbahce

23 Novembro 2005:  Fenerbahce           0 X 4  Milan
                   Schalke 04           3 X 0  PSV Eindhoven

 6 Dezembro 2005:  PSV Eindhoven        2 X 0  Fenerbahce
                   Milan                3 X 2  Schalke 04
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
MILAN 11 12 - 6
PSV EINDHOVEN 10 4 - 6
SCHALKE 04 8 12 - 9
FENERBAHCE 4 7 - 14

O MILAN e o PSV Eindhoven se classificam para as Oitavas de Final.


1a Fase - CHAVE F - Real Madrid (Espanha), Lyon (França), Olympiakos Pireus (Grécia), Rosenborg (Noruega)

13 Setembro 2005:  Olympiakos Pireus    1 X 3  Rosenborg                  
                   Lyon                 3 X 0  Real Madrid

28 Setembro 2005:  Real Madrid          2 X 1  Olympiakos Pireus
                   Rosenborg            0 X 1  Lyon
 
19 Outubro  2005:  Lyon                 2 X 1  Olympiakos Pireus
                   Real Madrid          4 X 1  Rosenborg

 1 Novembro 2005:  Olympiakos Pireus    1 X 4  Lyon
                   Rosenborg            0 X 2  Real Madrid

23 Novembro 2005:  Real Madrid          1 X 1  Lyon
                   Rosenborg            1 X 1  Olympiakos Pireus

 6 Dezembro 2005:  Olympiakos Pireus    2 X 1  Real Madrid
                   Lyon                 2 X 1  Rosenborg
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
LYON 16 13 - 4
REAL MADRID 10 10 - 8
ROSENBORG 4 6 - 11
OLYMPIAKOS PIREUS 4 7 - 13

O LYON e o REAL MADRID se classificam para as Oitavas de Final.


1a Fase - CHAVE G - Liverpool (Inglaterra), Chelsea (Inglaterra), Anderlecht (Bélgica) e Betis Sevilha (Espanha)

13 Setembro 2005:  Betis Sevilha        1 X 2  Liverpool                  
                   Chelsea              1 X 0  Anderlecht

28 Setembro 2005:  Anderlecht           0 X 1  Betis Sevilha
                   Liverpool            0 X 0  Chelsea
 
19 Outubro  2005:  Chelsea              4 X 0  Betis Sevilha
                   Anderlecht           0 X 1  Liverpool

 1 Novembro 2005:  Betis Sevilha        1 X 0  Chelsea
                   Liverpool            3 X 0  Anderlecht

23 Novembro 2005:  Anderlecht           0 X 2  Chelsea
                   Liverpool            0 X 0  Betis Sevilha

 6 Dezembro 2005:  Betis Sevilha        0 X 1  Anderlecht
                   Chelsea              0 X 0  Liverpool
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
LIVERPOOL 12 6 - 1
CHELSEA 11 7 - 1
BETIS SEVILHA 7 3 - 7
ANDERLECHT 3 1 - 8

O LIVERPOOL e o CHELSEA se classificam para as Oitavas de Final.


1a Fase - CHAVE H - Inter (Itália), Porto (Portugal), Rangers Glasgow (Escócia) e Artmedia Bratislava (Eslováquia)

13 Setembro 2005:  Artmedia Bratislava  0 X 1  Inter                  
                   Rangers Glasgow      3 X 2  Porto

28 Setembro 2005:  Porto                2 X 3  Artmedia Bratislava
                   Inter                1 X 0  Rangers Glasgow
 
19 Outubro  2005:  Rangers Glasgow      0 X 0  Artmedia Bratislava
                   Porto                2 X 0  Inter

 1 Novembro 2005:  Artmedia Bratislava  2 X 2  Rangers Glasgow
                   Inter                2 X 1  Porto

23 Novembro 2005:  Porto                1 X 1  Rangers Glasgow
                   Inter                4 X 0  Artmedia Bratislava

 6 Dezembro 2005:  Artmedia Bratislava  0 X 0  Porto
                   Rangers Glasgow      1 X 1  Inter
CLASSIFICAÇÃO
  PONTOS GOLS
INTER 13 9 - 4
RANGERS GLASGOW 7 7 - 7
ARTMEDIA BRATISLAVA 6 5 - 9
PORTO 5 8 - 9

A INTER e o RANGERS GLASGOW se classificam para as Oitavas de Final.

Jogos do Milan

Barcelona, Quarta Feira 26 de Abril de 2006: BARCELONA  0 X 0  MILAN

Barcelona e Milan empatam em 0 a 0 após um jogo de muita marcação, em que as defesas predominam e os goleiros Valdes e Dida pegam bem as poucas bolas que chegam ao gol. Com esse resultado, o Barcelona, que vencera o jogo de ida, 1 a 0, em Milão, disputará a final da Champions League com o Arsenal, da Inglaterra, dia 17 de maio, em Paris.
Ronaldinho Gaúcho e Kaká, muito bem marcados, fazem boas jogadas, mas não conseguem tirar o zero do marcador.
Um lance muito polêmico acontece aos 23 minutos do segundo tempo quando Shevchenko faz um gol de cabeça. O árbitro alemão Merk surpreendentemente não convalida alegando que o ucraniano tinha empurrado o zagueiro adversário Puyol antes de cabecear para o gol. Mas todas as redes de televisão mostrarão, mais tarde, que Puyol escorregou sozinho.
“Foi absolutamente legal. Shevchenko pulou e quase nem encostou em Puyol”, dirá Ancelotti. O vice-presidente do clube, Adriano Galliani, afirmará estar revoltado com a marcação: “Foi uma semifinal equilibrada entre dois grandes times, os dois mereciam vencer. Pena que tudo foi decidido por um erro do árbitro.”

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Stam, Costacurta (Cafu), Kaladze, Serginho
Gattuso (Rui Costa), Pirlo, Seedorf
Kaká
Inzaghi (Gilardino), Shevchenko


Milão, Terça Feira 18 de Abril de 2006: MILAN  0 X 1  BARCELONA

Marcador: Giuly aos 12 st

O Barcelona dá, nesta Terça Feira, um importantíssimo passo rumo à decisão da Champions League. Mesmo jogando no estádio San Siro, o time espanhol consegue vencer o Milan por 1 a 0, na reedição da final de 1994, e fica bem perto de voltar a decidir o mais importante torneio continental europeu depois de doze anos.
O início do jogo é todo do Milan que busca abrir o placar o quanto antes e quase consegue depois de duas jogadas seguidas. Na primeira, Gilardino recebe na área e bate cruzado, mas a bola explode no poste. Na segunda, Seedorf cruza da esquerda e Shevchenko cabeceia no canto, mas o goleiro Valdés faz uma defesa milagrosa.
O Milan continua atacando mais, mas não tem sorte e aos 12 minutos do segundo tempo o Barcelona chega, um pouco de surpresa, ao gol da vantagem em uma bela jogada do brasileiro Ronaldinho Gaúcho. O camisa dez se aproveita de uma falha do meia Gattuso para fazer um lançamento perfeito para dentro da área do Milan. O atacante Giuly recebe a bola e, com um forte chute, vence o goleiro Dida.
O Milan parte para o sufoco em busca do empate, mas não tem sucesso. As melhores chances acontecem aos 37 minutos, com Ambrosini, que chuta para fora, e aos 42 minutos, em uma cabeceada do Maldini, mas o goleiro Valdés faz novamente uma boa defesa.
Agora, no jogo de volta, marcado para a próxima Quarta Feira dia 26 de Abril, no estádio Nou Camp, o Barcelona jogará por um empate para se classificar para a Final. O Milan precisa de uma vitória por dois gols de diferença, ou de uma vitória por 2-1, 3-2, 4-3, etc. Caso o Milan vença o jogo de volta por 1-0, a vaga será decidida nas prorrogações e, se for necessário, nos pênaltis. No futebol tudo é possível ...

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Stam (Cafu), Nesta, Kaladze, Serginho
Gattuso (Ambrosini), Pirlo (Maldini), Seedorf
Kaká
Gilardino, Shevchenko


Milão, Terça Feira 4 de Abril de 2006: MILAN  3 X 1  LYON

Marcadores: Inzaghi aos 25 pt, Diarra aos 31 pt, Inzaghi aos 43 st e Shevchenko aos 48 st

Apesar do domínio inicial do Lyon, quem abre o placar é o Milan, aos 25 minutos do primeiro tempo: Shevchenko rouba uma bola no meio de campo, toca na esquerda para Seedorf que leva até a linha de fundo e cruza na área. A bola encontra Inzaghi que cabeceia para o fundo do gol (1 a 0). O Lyon não se abala com o gol e empata a partida pouco depois, aos 31 minutos. Juninho Pernambucano cobra falta, Dida sai todo atrapalhado e tromba com uma parede de jogadores do Lyon. A bola sobra para Diarra  que de cabeça deixa tudo igual no estádio San Siro. Milan 1 x 1 Lyon e este resultado classifica o Lyon.
No segundo tempo o Milan continua mal, preso na marcação, e deficiente na armação das jogadas. Mas, aos 43 minutos, quando tudo parecia perdido, o Milan consegue passar em vantagem. Shevchenko recebe um longo lançamento na área e chuta cruzado. A bola acerta o poste à direita do goleiro Coupet e, em seguida, bate no poste esquerdo e volta no campo. Inzaghi é o primeiro a chegar e a empurrar a bola no fundo do gol (2 a 1).
Já nos acréscimos, Shevchenko sacramenta a vitória do Milan: um zagueiro do Lyon recua mal para o goleiro, o artilheiro ucraniano é mais esperto, lhe rouba a bola, dribla o goleiro e toca com categoria para dar números finais à partida (3 a 1). Inzaghi recebe nota 9 do jornalista da Gazzetta dello Sport (nota altíssima e dada raramente) e Shevchenko nota 8.

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Stam (Costacurta), Nesta, Kaladze, Serginho
Gattuso (Maldini), Pirlo (Ambrosini), Seedorf
Kaká
Inzaghi, Shevchenko


Lyon, Quarta Feira 29 de Março de 2006: LYON  0 X 0  MILAN

Nesta Quarta Feira o Milan empata com o Lyon em 0 a 0, fora de casa, pela partida de ida das Quartas de Final da Champions League 2005/06. Os dois times voltarão a se enfrentar na Terça Feira da semana que vem, em Milão. Empate com gols garantirá nas semifinais o time francês, que poderá contar com a volta de Juninho Pernambucano, que hoje não atuou por estar suspenso. Empate sem gols levará às prorrogações e, eventualmente, aos pênaltis.
O Milan dominou a primeira etapa, criando várias oportunidades de gol, principalmente com o atacante ucraniano Shevchenko que esbarrou na excelente atuação do goleiro Coupet.
No segundo tempo, a equipe francesa equilibrou o jogo e passou a criar boas oportunidades. Após a entrada do atacante brasileiro Fred, o Lyon arriscou chutes de longe, mas o goleiro Dida mostrou segurança, garantindo o empate sem gols.

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Costacurta (Maldini), Nesta, Kaladze, Serginho
Gattuso, Pirlo (Vogel), Seedorf
Kaká
Gilardino (Inzaghi), Shevchenko


Milão, Quarta Feira 8 de Março de 2006: MILAN  4 X 1  BAYERN DE MUNIQUE

Marcadores: Inzaghi aos 8 pt, Shevchenko aos 25 pt, Ismael aol 35 pt, Inzaghi aos 2 st e Kaká aos 14 st

Apesar de se classificar com um empate sem gols, o Milan massacra o Bayern de Munique, goleando-o por 4 a 1 e garantindo a classificação para as Quartas de Final da Champions League.
O Milan começa melhor e, logo aos 8 minutos, abre o placar. O brasileiro Serginho avança pela esquerda e cruza na cabeça de Inzaghi, que desvia no contrapé do famoso goleiro Oliver Kahn, para colocar o time da casa em vantagem (1 a 0).
O gol aumenta ainda mais a tranqüilidade do Milan, mas, mesmo assim, a equipe segue atacando e perde grande oportunidade aos 23 minutos. Inzaghi é derrubado dentro da área e, na cobrança do pênalti, o ucraniano Shevchenko bate para fora, à direita do gol. No entanto, dois minutos depois, Shevchenko se redime e anota o segundo gol dos milaneses. O holandês Stam cruza da direita e Shevchenko desvia de cabeça (2 a 0).
Aos 35 minutos, o Bayern desconta em uma nova falha do goleiro Dida. Schweinsteiger cobra uma falta, rasteiro e forte. Dida rebate mas não segura, Ismael pega o rebote e enfia na rede (2 a 1).
O gol recoloca o time alemão na partida, mas, logo aos 2 minutos da segunda etapa, Inzaghi acaba com as esperanças do Bayern. A defesa erra, e o atacante marca pela segunda vez na partida (3 a 1). Com extrema facilidade, o Milan alcança o quarto gol aos 14 minutos. Em sua jogada característica, Kaká avança em velocidade, invade a área e bate firme na saída de Kahn, confirmando a goleada e garantindo a classificação, para delírio da torcida milanesa (4 a 1).

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Stam, Nesta, Kaladze, Serginho
Vogel, Pirlo, Seedorf
Kaká (Rui Costa)
Inzaghi (Gilardino), Shevchenko (Ambrosini)


Munique, Terça Feira 21 de Fevereiro de 2006: BAYERN DE MUNIQUE  1 X 1  MILAN

Marcadores: Ballack aos 23 pt e Shevchenko de pênalti aos 13 st

O sorteio para as Oitavas de Final da Champions League não foi favorável ao Milan que deve enfrentar o forte time alemão do Bayern de Munique que já ganhou quatro vezes esta competição.
Os jogadores do Bayern começam a partida com força total, comprimem os rubro-negros na própria área e passam em vantagem após 23 minutos com Ballack que acerta um belo chute à meia altura, de fora da área, surpreendendo o goleiro Dida.
O Bayern continua atacando na tentativa de acumular uma boa vantagem que lhe dê tranqüilidade para o jogo de volta em Milão, no próximo dia 8 de Março de 2006. Mas a partir da meia hora do primeiro tempo o Milan começa a jogar melhor, cria várias ações de gol e chega ao empate aos 13 minutos do segundo tempo com Shevchenko cobrando um pênalti concedido porque o zagueiro Ismael tinha colocado a mão na bola.
Por pouco o Milan não vira o placar aos 30 minutos, mas o jovem goleiro Rensing faz uma defesa milagrosa sobre Shevchenko. O jogo termina empatado em 1 a 1 e um empate sem gols no jogo de volta classificará o Milan.

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida (Kalac)
Stam, Nesta, Kaladze, Serginho
Gattuso (Vogel), Pirlo, Seedorf (Jankulovski)
Kaká
Gilardino, Shevchenko


Milão, Terça Feira 6 de Dezembro de 2005: MILAN  3 X 2  SCHALKE 04

Marcadores: Pirlo aos 42 pt, Poulsen aos 44 pt, Kaká aos 7 st e aos 15 st, e Lincoln aos 21 st

Com dois gols e uma grande atuação do brasileiro Kaká, o Milan bate o Schalke 04 com o placar apertado de 3 a 2 e garante a classificação às Oitavas-de-Final da Champions League. Kaká recebe nota 8 do jornalista da Gazzetta dello Sport; Gattuso e Pirlo recebem nota 7.
O Milan abre o placar aos 42 minutos do primeiro tempo, numa cobrança de falta magistral de Pirlo que, de uma distância de quase 30 metros, põe a bola no ângulo à direita do goleiro Rost. Indefensável (1 a 0).
A resposta do Schalke é rápida. Após cobrança de falta, a defesa do Milan não afasta e Dida fica parado. Poulsen sobe sozinho no segundo pau e cabeceia para empatar o jogo, aos 44 minutos (1 a 1).
Na etapa final, o milanista Kaká faz a diferença. Aos 7 minutos Shevchenko arranca do meio-campo e faz uma jogada sensacional, deixando quatro marcadores no meio do caminho. Ele entrega a Kaká, que recebe no bico direito da área e bate cruzado no canto. Golaço e 2 a 1.
O meia brasileiro volta a brilhar aos 15 minutos. Inzaghi invade a área pela esquerda e cruza rasteiro para Shevchenko, que fura feio (já lhe tinha acontecido há três dias no jogo contra o Chievo!). A bola sobra para Kaká, que limpa e bate com categoria (3 a 1).
Aos 21 minutos, quando a partida parecia decidida a favor do Milan, o brasileiro Lincoln desconta, num chute da entrada da área que desvia em Shevchenko e engana Dida (3 a 2). Este gol traz toda a emoção de volta à partida, pois mais um gol do Schalke classificaria o time alemão e deixaria o Milan de fora. O técnico do Schalke vai para o tudo ou nada nos minutos finais, colocando os atacantes Sand e Larsen. Mas o Milan sabe se segurar, saindo de campo com a vitória, o primeiro lugar no Grupo E e a vaga para as Oitavas de Final.

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Stam, Nesta, Maldini (Simic e depois Kaladze), Serginho
Gattuso, Pirlo, Seedorf
Kaká
Inzaghi (Gilardino), Shevchenko


Istanbul, Quarta Feira 23 de Novembro de 2005: FENERBAHCE  0 X 4  MILAN

Marcador: Shevchenko aos 16 pt, aos 7 st, aos 25 st e aos 31 st

O Milan joga a quinta partida da primeira fase contra o Fenerbahce, em Instambul, na Turquia. Nesta mesma cidade o Milan foi derrotado de maneira incrível pelo Liverpool no último mês de Maio, deixando escapar a sua sétima Champions League. Desta vez o resultado do jogo é bem diferente porque o Milan vence o Fenerbahce por 4 a 0 e volta a liderar o Grupo E: Milan e Schalke 8 pontos, PSV 7 pontos, Fenerbahce 4 pontos.
O principal autor desta vitória é o ucraniano Shevchenko que marca todos os quatro gols:
1) aos 16 minutos do primeiro tempo Seedorf recupera uma bola na intermediária e faz um longo passe em profundidade para Shevchenko que avança e toca na saída do goleiro abrindo o placar.
2) O ucraniano faz o segundo aos 7 minutos do segundo tempo depois de receber um passe de Gilardino e driblar um adversário para chutar forte de fora da área.
3) Ele marca o terceiro aos 25 minutos após cruzamento de Serginho,
4) e fecha a goleada seis minutos depois ao receber passe de Vieri. Agora Shevchenko já realizou 49 gols na Champions League, 19 como jogador da Dínamo de Kiev e 30 como jogador do Milan.
Como esperado, as notas do jornalista da Gazzetta dello Sport são muito altas; Shevchenko nota 8, Nesta, Gattuso e Seedorf nota 7.5, Simic, Maldini, Serginho, Pirlo e Gilardino nota 7.

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Simic, Nesta, Maldini, Serginho
Gattuso (Vogel), Pirlo, Seedorf
Kaká (Rui Costa)
Gilardino (Vieri), Shevchenko


Eindhoven, Terça Feira 1o de Novembro de 2005: PSV EINDHOVEN  1 X 0  MILAN

Marcador: Farfan aos 12 pt

No jogo em Eindhoven, contra o PSV, o Milan não repete a esplêndida prova do último Sábado contra a Juventus e é derrotado com o placar de 1 a 0. O Milan perde também a liderança do grupo E: agora PSV 7 pontos, Milan e Schalke 5 pontos, Fenerbahce 4 pontos.
O jogo é decidido aos 12 minutos do primeiro tempo quando Kaladze tenta afastar de cabeça mas acaba errando. O peruano Farfan pega a sobra e fica na cara de Dida para marcar o gol da vitória, fazendo passar a bola entre o poste e o corpo do goleiro brasileiro.

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Stam, Nesta, Maldini, Kaladze (Serginho)
Gattuso (Jankulovski), Pirlo, Seedorf
Kaká
Gilardino (Shevchenko), Vieri


Milão, Quarta Feira 19 de Outubro de 2005: MILAN  0 X 0  PSV EINDHOVEN

Marcadores:

O Milan disputou a Semifinal da última Champions League com o surpreendente time holandês do PSV Eindhoven e conseguiu eliminá-lo graças a um gol de cabeça de Ambrosini no último minuto do segundo tempo do segundo jogo, na Holanda. Nesta Champions League 2005/06 o Milan encontra o PSV logo na primeira fase.
No jogo de hoje, apesar de jogar em Milão, de utilizar todos os titulares, de dominar o jogo e de criar muitas ações de gol, o Milan não consegue abrir o placar e o jogo termina empatado em 0 a 0. Além disso, Shevchenko sofre uma lesão no calcanhar direito e é substituído por Inzaghi. O ucraniano deverá ficar afastado durante algumas semanas.
Apesar do empate, o Milan se mantém na liderança do Grupo E, beneficiado pelo empate de 3 a 3 entre o Fenerbahce e o Schalke 04 (Milan 5 pontos, Fenerbahce e PSV 4 pontos, Schalke 04, na lanterna, com dois pontos).

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Cafu, Stam, Maldini, Kaladze
Gattuso, Pirlo, Seedorf (Serginho)
Kaká
Shevchenko (Inzaghi), Vieri


Gelsenkirchen, Quarta Feira 28 de Setembro de 2005: SCHALKE 04  2 X 2  MILAN

Marcadores: Seedorf ao 1o pt, Larsen aos 3pt, Shevchenko aos 14 st e Altintop aos 24 st

Ao término de um jogo intenso e aberto até o fim, o Milan volta da Alemanha com um empate muito importante para a sua corrida verso as Oitavas de Final da Champions League 2005/06. No campo do Schalke 04 os rubro-negros empatam em 2 a 2 após ter ficado por duas vezes na frente no placar.
O jogo começa eletrizante, e o Milan sai na frente no primeiro lance da partida: o meia holandês Seedorf arrisca um chute de longa distância, o goleiro Frank Rost falha e a bola passa por baixo do corpo dele (0 a 1). Com isso, a equipe alemã é obrigada a ir para cima para empatar a partida, e consegue quase tão rápido como o Milan saiu em vantagem: aos três minutos, o brasileiro Lincoln recebe na esquerda e bate cruzado. A bola desvia em um jogador do Milan e sobra limpa para Larsen que cabeceia e marca (1 a 1).
No segundo tempo, a história se repete. Maldini fez belíssima jogada pela esquerda e cruza na cabeça de Shevchenko, que cabeceia forte e recoloca o Milan na frente (1 a 2). Um pouco depois, o turco Altintop, que tinha acabado de entrar, bate do meio da rua e faz um belo gol. Na realidade trata-se de um frango de Dida que fica só olhando e nem salta para evitar o empate (2 a 2).

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Cafu (Stam), Nesta, Maldini, Kaladze
Gattuso, Pirlo, Seedorf
Kaká (Rui Costa)
Shevchenko, Gilardino (Vieri)


Milão, Terça Feira 13 de Setembro de 2005: MILAN  3 X 1  FENERBAHCE

Marcadores: Kaká aos 18 pt, Alex de pênalti aos 18 st, Kaká aos 41 st e Shevchenko aos 44 st

O Milan bate os turcos do Fenerbahce com três gols de classe finissima e de rara eficácia. O primeiro tempo é bem jogado pelos rubro-negros que agridem os adversários, lutam em cada bola e fazem pressão em todo o campo. Em uma destas ações ofensivas nasce a rede da vantagem que traz a assinatura de Kaká: Pirlo com um toque de calcanhar lança o brasileiro que avança e chuta de pé direito à esquerda do goleiro Volkan (1 a 0).
No início do segundo tempo o Fenerbahce cresce, ataca mais e melhor e chega ao empate aos 18 minutos: Gattuso entra duro sobre Anelka e para o árbitro inglês Riley é pênalti. O brasileiro Alex se encarrega do tiro e não erra (1 a 1).
Aos 41 minutos quando a torcida milanista começa a preocupar-se com a perda de dois pontos em casa, Kaká se encarrega de garantir a festa. Ele recebe passe de Ambrosini, faz uma arrancada de 40 metros driblando quatro adversários e bate o goleiro, novamente com um chute de pé direito (2 a 1).
Três minutos mais tarde Serginho chuta do lado esquerdo do ataque milanista e Shevchenko deposita na rede o rebote do goleiro turco (3 a 1). Como era de se esperar Kaká recebe nota 8 do jornalista da Gazzetta dello Sport.

Escalação do Milan (4-3-1-2)
Dida
Cafu, Nesta, Maldini, Kaladze
Gattuso (Vogel), Pirlo (Serginho), Ambrosini
Kaká
Shevchenko, Vieri (Gilardino)


para o Banco de Dados Voltar para o Banco de Dados

logotipo do Milan
Valid XHTML 1.1!   Valid CSS!